Novas baterias da Tesla deixarão carro elétrico mais barato (e depois podem até “estocar vento”)

Tesla deve lançar novas baterias para “um milhão de milhas” ainda este mês, e custo de carro elétrico se aproximará dos com motor a combustão

Novas baterias da Tesla, marca de carros elétricos do excêntrico Elon Musk, prometem deixar o carro elétrico mais barato. A nova tecnologia deve aumentar a durabilidade das baterias em até cinco vezes. Enquanto hoje se uma bateria durar 200 mil milhas já é muito, a nova tecnologia da Tesla promete um milhão de milhas – mais de 1,6 milhão de quilômetros. Mais detalhes serão anunciados em um evento que deve ocorrer ainda este mês na China. As informações são da agência de notícia Reuters.

A princípio, as baterias de baixo custo serão aplicadas no modelo mais acessível da marca, o Model 3 (leia aqui nossa avaliação completa). A Tesla desenvolveu a bateria para o carro elétrico mais barato junto com a chinesa Contemporary Amperex Technology Ltd, informa a Reuters.

As novas baterias da Tesla terão inovações como químicas com baixo teor de cobalto (ou sem cobalto) e o uso de aditivos, materiais e revestimentos químicos que reduzirão o estresse interno e permitirão que as baterias armazenem mais energia por períodos mais longos, informam as fontes da Reuters.

ESTOCAR VENTO

A agência informa que a Tesla está trabalhando também para reciclar e recuperar metais caros como níquel, cobalto e lítio, que são usados nas baterias. E as novas baterias de baixo custo da Tesla trazem vantagens mesmo que o carro não rode tudo isso (o que é  muito provável, obviamente).

Em uma “segunda vida”, ou até uma terceira, essas baterias poderiam ser usadas nas casas, por exemplo, para armazenamento de energia solar ou energia mais barata, adquirida fora dos horários de pico. E esse custo também seria “abatido” do valor do carro, indiretamente.

E essas baterias, ainda com boa capacidade após a vida do carro, poderiam ser usadas para armazenamento de energia não só em casa. Na Austrália, a Tesla construiu uma usina de energia eólica que usa baterias como as dos carros elétricos para armazenar a energia excedente, não utilizada. Assim, elas podem “estocar vento”, como sugeriu a ex-presidente Dilma há alguns anos.

Portanto, com seu menor custo de produção, maior durabilidade e possibilidade de reutilização mais ampla, as novas baterias da tesla podem deixar o carro elétrico mais barato. E, ainda, podem ajudar a expandir  o uso de energias renováveis pelo mundo, garantindo melhores formas de armazená-la. Mais detalhes serão divulgados pelo executivo no evento “Battery Day”, que deve ocorrer nas próximas semanas.

 

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar