Novo Peugeot 208 fica até R$ 5 mil mais barato, mas não é novo preço nem “bônus”

Segundo informações não oficiais, o novo Peugeot 208 ficou de R$ 3 mil a R$ 5 mil mais barato. Vendedores falam em bônus, mas apuramos que pode ser resultado de uma mudança tributária

Peugeot 208 R$ 5 mil mais barato

O novo Peugeot 208 ficou mais barato, e tem sido vendido a valores de até R$ 5.000 abaixo da tabela oficial. Pelo menos é o encontramos em grupos sobre o carro nas redes sociais. Alguns usuários, se identificando como vendedores das concessionárias Peugeot, têm falado em “bônus”, em desconto, promoção… (exemplos abaixo: o mesmo vendedor que fala em R$ 5 mil de “bônus” para todas as versões depois diz que eles na verdade variam de R$ 3 mil a R$ 5 mil).

208 R$ 5 mil mais barato

Conforme apurou este Blog Sobre Rodas, o novo 208 está sim mais barato, mas não é bem por uma opção da marca, desconto ou reposicionamento do carro. Segundo informações de bastidores, o novo Peugeot 208 mais barato é resultado, aparentemente, de alguma suposta mudança — que ainda não está clara como é e para quem vale — em regras tributárias (estamos apurando e publicaremos aqui assim que possível). Mas, bem, sabem como é papo de vendedor.

(EDIT: o posicionamento oficial da marca, atualizado às 14:58 de 1/10, explica o “desconto”):

“Em relação ao questionamento, a PEUGEOT do Brasil informa que as tabelas de preços públicos sugeridos do Novo 208 continuam as mesmas, bem como as parcelas do programa PEUGEOT Just Drive It, com recompra garantida a 100% da tabela FIPE. Esclarecemos, ainda, que com a nova Resolução do CONFAZ, a cobertura da modalidade de faturamento direto ao consumidor, que nomeamos como PEUGEOT Direct, foi ampliada com a venda direta para pessoa física do veículo em estoque da rede, gerando uma oportunidade atraente para que o cliente e concessionário fechem o negócio.”

+Comparativo: Chevrolet Onix vs. Hyundai HB20 (um novo patamar)
+Comparativo: Volkswagen T-Cross x Chevrolet Tracker
+Chevrolet Camaro recebe atualização visual e Wi-Fi nativo
Avaliação: Audi e-tron Sportback é SUV-cupê elétrico com dois motores

Há alguns anos a Peugeot estabeleceu um novo posicionamento para sua marca, mais premium. Por isso mesmo, se ficou devendo o motor 1.2 importado por conta do dólar alto, acabou lançando o novo Peugeot 208 apenas com motor 1.6 — e sem uma opção 1.2 pelada, que pudesse ser mais “popular” em preço. Uma boa estratégia, considerando a segmentação de nosso mercado.

Com a atual situação da economia — dólar disparando, ameaças de pedaladas fiscais, eleições, pandemia –, não dá para arriscar muito, e a estratégia de preços de uma marca costuma ser bem definida. Além disso, seria muito incomum, e um desrespeito ao consumidor, lançar um carro por um valor e, com de um mês completo de comercialização, revisar seu preço dessa forma. A redução ocorreria apenas por uma redução tributária, então.

NOVO PEUGEOT 208 – O CARRO

O fato é que o novo Peugeot 208 é um belíssimo carro (leia impressões), mesmo sem motor turbo: tem a mais bela cabine do segmento, uma boa dirigibilidade e suspensões, enfim, muito dignas.

E, partindo de valores de R$ 3 mil a R$ 5 mil menores, este novo Peugeot 208 mais barato, fica ainda mais interessante. A questão é que, dependendo de como for, e da abrangência, desta suposta nova regra, pode ser que outras marcas também consigam vender seus carros por preços menores.

Abaixo, você confere os valores do novo Peugeot 208 sem os descontos, que, como deixamos claro, ainda não sabemos bem como está sendo conseguido — uma suposta mudança de regras tributárias — e exatamente para que consumidores (em todos os Estados? De todas as classes?). Estamos apurando e informaremos assim que possível. Aguardamos também um posicionamento oficial da marca.

(EDIT: posicionamento oficial da marca, atualizado às 14:58 de 1/10):

“Em relação ao questionamento, a PEUGEOT do Brasil informa que as tabelas de preços públicos sugeridos do Novo 208 continuam as mesmas, bem como as parcelas do programa PEUGEOT Just Drive It, com recompra garantida a 100% da tabela FIPE. Esclarecemos, ainda, que com a nova Resolução do CONFAZ, a cobertura da modalidade de faturamento direto ao consumidor, que nomeamos como PEUGEOT Direct, foi ampliada com a venda direta para pessoa física do veículo em estoque da rede, gerando uma oportunidade atraente para que o cliente e concessionário fechem o negócio.”

OS PREÇOS

Com esse “bônus”, os novos Peugeot 208 ficariam de R$ 3 mil a R$ 5 mil mais baratos (provavelmente o desconto é maior conforme o preço do carro, então o suposto “desconto” de R$ 5 mil seria para a versão Griffe, que passaria a R$ 89.990; a de entrada Active sairia por R$ 71.990, a Active Pack, por R$ 79.990, e a Allure, por R$ 84.990).

VERSÕES E EQUIPAMENTOS – NOVO PEUGEOT 208

Peugeot 208 Active: R$ 74.990

Faróis com detalhes cromados, DRL “Dentes de Sabre” de LED, luzes indicadoras de direção nos retrovisores, rodas de liga-leve aro 16, grade dianteira com detalhes cromados, capa do retrovisor na cor da carroceria, aerofólio na cor da carroceria, antena de teto, painel instrumentos com matriz LCD, painel com revestimento “Carbon”, ponteiros vermelhos e orientação invertida, acabamento no painel de porta em preto brilhante, volante de diâmetro reduzido, maçanetas internas com acabamento cromado, cromados nos difusores de ar e painel, airbags dianteiros e laterais, freios com ABS e distribuição eletrônica de frenagem, ESP, isofix, cintos de segurança traseiros de 3 pontos para todos, três apoios de
cabeça traseiros com regulagem de altura, trava de segurança para crianças, travamento automático das portas e porta-malas, limpador e desembaçador do para-brisas traseiro,
alerta sonoro de não colocação do cinto de segurança do motorista e passageiro, alerta sonoro de portas abertas com o carro em movimento, regulador de velocidade, limitador de velocidade, computador de bordo, chave tipo canivete com comandos de abertura das portas, modos de condução, alarme, abertura e fechamento globais por controle remoto, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores elétricos, volante com ajuste de altura e profundidade, banco traseiro rebatível, auxílio de partida em subidas, ganchos para sacolas no porta-malas, central multimídia de 7″ com Apple Carplay e Android Auto, seis alto-falantes, duas entradas USB.

Peugeot 208 Active Pack: R$ 82.490

Todos os itens do Active, e mais: câmera de ré e teto panorâmico

Peugeot 208 Allure: R$ 89.490

Todos os itens do Active Pack, e mais: apoio de braço para motorista, airbags de cortina, chave presencial com comandos de abertura das portas e porta malas, carregamento de celular por indução, saída de escapamento com ponteira cromada, i-Cockpit® 3D, painel com revestimento Soft Carbon, volante revestido em couro, ar-condicionado automático digital, rodas de liga-leve diamantadas aro 16, bancos em Alcantara

Peugeot 208 Griffe: R$ 94.990

Todos os itens do Active Pack, e mais: alerta de colisão com frenagem de emergência automática, auxílio de farol alto, leitor de placas de velocidade, detector de fadiga, alerta e correção de permanência em faixa, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, sensores de estacionamento traseiros, câmera 180º, faróis full-LED, capa do retrovisor em preto brilhante, aerofólio esportivo preto brilhante

 

FICHA TÉCNICA

Peugeot 208 Griffe

Motor: quatro cilindros em linha 1.6, 16V, duplo comando variável
Cilindrada: 1587 cm3
Combustível: flex
Potência: 115 cv a 5.750 rpm (g) e 118 cv a 5.750 rpm
Torque: 16,1 kgfm a 4.750 rpm (g) e a 4.000 rpm (e)
Câmbio: automático sequencial, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: discos ventilados (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,055 m (c), 1,738 m (l), 1,45 m (a)
Entre-eixos: 2,538 m
Pneus: 195/55 R16
Porta-malas: 265 a 1.163 litros
Tanque: 47 litros
Peso: 1.178 kg
0-100 km/h: 12,6 s (g) e 12 s (e)
Velocidade máxima: 190 km/h
Consumo cidade: 11 km/l (g) e 7,7 km/l (e)*
Consumo estrada: 13,2 km/l (g) e 9,3 km/l (e)*
Nota do Inmetro: B*
Classificação na categoria: n/d

*modelo atual 

História

O Peugeot 208 chegou ao Brasil ainda em 1992, quando se chamava 205. Em 1998, virou 206 e começou a ser feito no Brasil. Foi um modelo de enorme sucesso, que chamava a atenção pelo design e também pela lista de equipamentos, que trazia airbags e ABS em todas as versões, quando não eram ainda obrigatórios. Além disso, tinha uma dirigibilidade muito bem acertada. Depois, quando virou 207, sofreu uma atualização diferente do modelo europeu e não agradou. Agora, volta a ser igual (ou quase) ao modelo europeu.

Também elétrico

Há ainda, uma nova versão 100% elétrica do novo Peugeot 208, chamada de e-GT, que toma o lugar dos esportivos GT/GTI e o preço não foi divulgado ainda. Com autonomia de 340 km, ele tem 135 cv e 26,5 kgfm de torque para acelera de 0-100 km/h em 8 segundos. As entregas serão a partir do começo do ano que vem. Veja as fotos:

 

 

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar