Toyota vende 15 milhões de híbridos (menos de um milésimo no Brasil)

Vendas de híbridos no Brasil é um bom retrato de como nosso mercado está atrasado em relação ao resto do mundo

híbridos
Divulgação

Na semana passada, a Toyota comemorou a venda de 15 milhões de carros híbridos em todo o mundo. Um marco realmente notável, principalmente considerando o que venderam as outras marcas. Resultado de amplos investimentos neste tipo de carro quando poucos acreditavam na tecnologia. Mas, desses 15 milhões de híbridos, o que mais espanta é que menos de um milésimo deles foi vendido aqui no Brasil. Um retrato de como nosso mercado está atrasado.

Prius 2020 (Divulgação)

A Toyota sempre investiu muito – e perdeu muito dinheiro inicialmente para vender o Prius, modelo que vende desde 1997 no Japão e desde o ano 2000 nos EUA. Mas o Prius só chegou ao Brasil em 2012, quando sofreu preconceito e, com um preço que não era tão atraente, vendeu muito pouco. Leia aqui o comparativo dele com o Fusion.

híbrido
Divulgação

Agora, como o novo Corolla híbrido e flex (leia aqui), a marca japonesa deu um enorme salto em nosso mercado. O sedã nacional tem sido um verdadeiro sucesso e, muito em breve, a marca terá números mais robustos de vendas de híbridos em nosso mercado. Ajudarão também as vendas do Toyota RAV4 (leia aqui), agora também só híbrido – mas cujo preço disparou com a recente alta do dólar.

Resta esperar que outras marcas invistam mais no segmento para modernizar nosso parque de fornecedores. Afinal, até hoje, a marca japonesa foi responsável por 74% das vendas de híbridos no Brasil.

A produção local de híbridos, ainda mais com a atual disparada do dólar, fica comprometida sem a produção de uma maior parte de componentes locais. Mesmo com o Corolla, a Toyota deve estar agora sofrendo para fechar as contas. Os aumentos, que já começaram, devem continuar chegando.

híbrido