BMW 550I Sport

Ele tem interior espaçoso e luxuoso, com 2,88 m de entreeixos, TV, DVD, som premium, bancos com massagem, várias regulagens elétricas e memória, sistemas comandados por voz, faróis de xênon direcionais que acompanham as curvas, sistema Bluetooth para telefones celulares e muito mais. Dentro da cabine, o silêncio impressiona: o BMW Série 5 é, antes de tudo, um sedã de luxo – e dos melhores.

Mas, nesta versão avaliada, 550i Sport, conforto não é tudo – para conquistar um consumidor exigente, o desempenho também virou prioridade. Com um poderoso V8 de 367 cv e um altíssimo torque, ele é, ao mesmo tempo, um esportivo – e também dos melhores: vai de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos (0,8 segundos atrás do superesportivo M3, avaliado na edição passada). É um carro para o proprietário que prefere aposentar o motorista e tomar controle da situação.

E toda essa esportividade não sacrifica o conforto. A suspensão pode ser regulada para os modos confortável ou esportivo, como mandar o motorista. E não é só: ao apertar o botão “Sport”, as trocas de marchas ficam mais rápidas, o acelerador mais sensível e o volante responde de forma mais direta. Mesmo sem ativar o modo Sport, a direção é sempre “ativa”: um conjunto de engrenagens e um motor elétrico ajustam o ângulo de esterçamento conforme a velocidade.

Acima, à esquerda, a alavanca de câmbio com trocas seqüenciais. À esquerda, o display multifuncional no centro do painel que exibe informações sobre o carro, sintoniza TV e roda filmes em DVD. Abaixo, da esquerda para a direita: o painel com detalhes em madeira, o volante com teclas multifunções e seu logotipo M, ao lado, o painel de instrumentos (abaixo do conta-giros, o dispensável medidor de consumo instantâneo) e o sistema de ar-condicionado automático, mas não digital

Com 1.800 kg, não é um carro leve, mas seria mais pesado se não utilizasse alumínio em partes do chassi. Componentes do motor, capô e estrutura frontal, inclusive laterais, são feitos deste material, o que resulta em uma melhor distribuição de peso entre os eixos. A segurança não é deixada de lado: é equipado com controles de tração, estabilidade e frenagens em curvas, encostos de cabeça ativos e airbags dianteiros, laterais e de cabeça para todos os ocupantes.

Não é um legítimo BMW M, mas vem com rodas aro 18, bancos esportivos e pára-choques, aerofólio e outros detalhes diferenciados. É, enfim, um carro para quem, na dúvida entre um superesportivo e um sedã de luxo, resolve juntar os dois. E a marca agrada em cheio este consumidor com o 550i Sport. Por quase R$ 400 mil, a satisfação é garantida. Concorrentes? Audi A6 4.2 V8 (R$ 344.470), Jaguar XJR 4.2 V8 (R$411.446) e Mercedes E500 5.0 V8 (R$ 351.426).

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga


COMPARTILHAR
Notícia anteriorEngatou a sexta
Próxima notíciaPoderia oferecer mais