BMW e Mercedes se unem para desenvolver carros autônomos

Previsão das duas marcas é de que os carros possam dispensar o motorista a partir de meados da próxima década

Divulgação

O Grupo BMW e a Daimler AG, dona da marca Mercedes-Benz, anunciaram nesta quinta-feira (28) a assinatura de um acordo de cooperação para o desenvolvimento de sistemas para carros autônomos.

O objetivo das duas empresas é desenvolver tecnologias que possibilitem aos automóveis atingirem o nível 4 de automação dentro das regras estipuladas pela SAE (Sociedade de Engenheiros Automotivos), apenas um abaixo da automação total e que vai permitir dispensar o motorista em quase 100% das situações de uso.

A previsão é de que os primeiros carros autônomos de nível 4 cheguem ao mercado em meados da próxima década. Atualmente, os sistemas mais avançados, como o que equipa a geração mais recente do Audi A8 (leia aqui), estão no nível 3 de automação, capaz de conduzir automaticamente o veículo apenas em determinadas condições de uso.