BMW X1 é reprovado em teste de segurança nos EUA

Menor SUV da marca alemã foi o único a "zerar" no teste dos sistemas de frenagem automática

Divulgação

O BMW X1 foi reprovado em um teste do sistema de frenagem automática organizado pelo IIHS, organização de segurança viária ligada às seguradoras dos Estados Unidos. Em uma das passagens, o menor SUV da marca alemã chegou a atropelar o boneco que simulava o pedestre.

Além do X1, o IIHS testou outros dez SUVs vendidos no mercado americano, sendo que o BMW foi o único a ficar sem nota. Os sistemas de frenagem automática foram avaliados de acordo com a capacidade de reduzir a velocidade do veículo em três testes.

O primeiro envolve um boneco com tamanho de um adulto atravessando a rua. No segundo, um boneco com o tamanho de uma criança surge repentinamente atrás de dois veículos estacionados, enquanto o terceiro ensaio simula um pedestre de costas para o carro. Os dois primeiros testes foram feitos a 19 e 40 km/h, enquanto o último foi feito a 40 e 59 km/h.

De acordo com o IIHS, em quase todos os testes o X1 perdeu pouca ou nenhuma velocidade, sendo que na passagem a 59 km/h o sistema de frenagem automática não funcionou, permitindo ao SUV atropelar o “pedestre”.

Concorrentes

Dos outros dez carros testados, quatro (Subaru Forester, Toyota RAV4, Honda CR-V e Volvo XC40) atingiram a pontuação “Superior”, a mais alta nos testes. Esses carros conseguiram evitar as colisões ou colidiram com o pedestre a velocidades muito baixas.

Cinco carros (Hyundai Kona, Chevrolet Equinox, Kia Sportage, Mazda CX-5 e Nissan Rogue) atingiram a pontuação “Avançado” e um (Mitsubishi Outlander) recebeu a nota “Básica”, a mais baixo aceitável.

Confira abaixo o vídeo dos testes: