BMW X1 estreia nova plataforma e motores

0
153

Depois de 730 mil unidades vendidas em todo mundo e vários flagrantes, o SUV compacto BMW X1 ganha uma segunda geração. Apesar do visual muito próximo ao do X1 atual, o modelo é totalmente novo. A começar pela nova plataforma, que abandona a tradicional tração nas rodas traseiras pela tração dianteira.

Montado sobre a mesma base da recém-lançada minivan 225i Active Tourer, esta segunda geração do SUV cresceu em relação ao antecessor. A carroceria ficou 53 mm mais alta, e o espaço para as pernas dos passageiros do banco traseiro cresceu 37 mm. O porta-malas também ganhou capacidade. Dos atuais 420 litros para 505 litros.


Já a lista de equipamentos ganha novidades como o sistema Head-Up Display (que projeta as informações do painel no para-brisa) e o pacote de equipamentos de segurança reforçado, com controlador automático de velocidade adaptativo, alerta de mudança de faixa, sistema de aviso de colisão e de pedestres com a função de frenagem automática e os faróis com iluminação por LEDs.

Outra mudança é a renovada linha de motores, composta por duas unidades a gasolina e três a diesel, com potências que variam de 152 cv a 234 cv, e que podem ser combinados com uma transmissão manual de seis marchas ou a caixa automática Steptronic de oito velocidades.

Na Europa e Estados Unidos, o modelo chega ao mercado em outubro. Por aqui, a produção na fábrica de Araquari (SC) começa em 2016.

Confira no álbum as diferenças entre as duas gerações do modelo.