BMW X1

+ PONTOS POSITIVOS +

Diferente da maioria dos BMW, o X1 usa tração dianteira, mas ela não tirou o brilho da dirigibilidade. O carro é feito sobre a plataforma UKL (a mesma do Série 2 Active Tourer e dos Mini Hatch e Clubman), que permitiu um bom espaço interno para as pernas e ombros de quem viaja atrás. A posição de dirigir alta facilita a visibilidade, os comandos são bem posicionados e o acabamento se destaca pela qualidade. Afinal, é um BMW.

PONTOS NEGATIVOS

Ele anda bem, mas não é nenhum foguete. Para obter melhor desempenho do X1, deve-se optar pela versão Xdrive25i. Nessa última, apesar de o motor 2.0 ser o mesmo da configuração sDrive20i (192 cv), ele foi recalibrado para 231 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. A tração é integral.


Ficha técnica:

BMW X1 sDrive20i

Motor: 2.0 flex
Potência: 192 cv a 5.000 rpm (g/e)
Torque: 28,5 kgfm a 1.250 rpm (g/e)
Câmbio: AT8
Pneus: 255/55 R17 (d) e 275/55 R17 (t)
Consumo cidade: 10,3 km/l (g) e 7,0 km/l (e)
Consumo estrada: 13 km/l (g) e 9 km/l (e)
Emissão de CO2: 118 g/km
Nota do Inmetro: B