Brasil vs. Bélgica: os números automotivos

Confira os principais dados de mercado dos dois países que se enfrentam nas quartas de finais da Copa do Mundo

5120
Divulgação

A seleção brasileira enfrenta a Bélgica na sexta-feira (6), às 15h, em partida pelas quartas de final da Copa do Mundo. Se o resultado em campo ainda é uma dúvida, pelo menos no quesito mercado automotivo os números do Brasil botam muito mais medo do que os dos belgas.

Entre janeiro e maio deste ano, de acordo com dados da dados da ACEA (associação que reúne os fabricantes de automóveis na Europa), foram comercializados 275.158 automóveis de passeio na Bélgica, volume que coloca o mercado automotivo belga como o sexto maior da Europa (atrás de Alemanha, Reino Unido, Itália, França e Espanha).

Maior mercado da América Latina, o Brasil emplacou no mesmo período, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), 794.907 veículos de passeio. Só em maio, foram 164.426 emplacamentos. Mais de metade dos carros emplacados pelos belgas nos primeiros cinco meses de 2018.

As cinco marcas que mais venderam carros na Bélgica foram Volkswagen (27.022), Renault (24.820), Peugeot (21.927), BMW (19.026) e Opel (17.260). No Brasil, as primeiras cinco posições ficaram com Chevrolet (141.462), Volkswagen (112.473), Ford (81.379), Hyundai (79.284) e Fiat (66.408).