Bugatti Veyron sofre dois recalls nos EUA

Nem os hipercarros estão livres dos problemas que envolvem os automóveis comuns. De acordo com o NHTSA (órgão responsável pela segurança viária nos Estados Unidos) foram encontradas duas falhas críticas em unidades do Bugatti Veyron produzidas entre 2006 e 2013.

Uma delas é uma falha no marcador de combustível, que afeta unidades do Veyron e Veyron Grand Sport produzidas entre 2006 e 2011. De acordo com o órgão, o equipamento pode indicar a existência de mais combustível do que realmente há no tanque. Algo especialmente sério para um hipercarro…

Já o outro problema afeta os Veyron, Veyron Grand Sport e Veyron Super Sport produzidos entre 2006 e 2013. Foi detectada que a corrosão na placa de suporte do macaco pode causar a soltura da peça da carroceria, podendo resultar em risco para outros motoristas e pedestres.

Lançado em 2005, o hipercarro produzido em Molshein (França) chegou a ser o carro de produção mais veloz do mundo, ao atingir a velocidade máxima de 430,9 km/h. O modelo será substituído pelo Chiron, mostrado no último Salão de Genebra (Suíça), em março.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar