Campeão de audiência

Desde que a novela Paraíso Tropical, da Rede Globo, entrou no ar, muitos marmanjos (provavelmente você seja um deles) estão enlouquecendo cada vez que o personagem Daniel Bastos aparece na tela. O frisson não tem nada a ver com os olhos azuis de Fábio Assunção, ator que interpreta o galã na trama das oito. O foco de tantas atenções é, na verdade, o veículo que seu personagem utiliza. Um estranho crossover de design futurista, linha de cintura elevada e diferente de qualquer modelo nacional. Que carro é esse? Que montadora é essa? O mistério em torno do carro da novela vem alimentando muitas conversas de bar.

Na central de atendimento ao telespectador da Globo chovem ligações de todo o País. Segundo a Central Globo de Comunicação, “no mês de maio, o carro foi o item mais consultado no segmento acessórios”. Mas a resposta dos atendentes do CAT só faz aumentar a confusão. “Trata-se de um modelo Infiniti, da marca Lexus”, dizem eles. Xiii… Essa resposta faz tanto sentido quanto dizer que determinado carro é um modelo Mercedes, da marca BMW. Infiniti e Lexus são duas montadoras distintas e concorrentes. São as divisões de luxo de Nissan e Toyota, respectivamente, criadas para competir, ao lado da Acura (pertencente à Honda), no exigente mercado norte-americano. O carro em questão é sim um Infiniti, mas um modelo FX. E – que fique claro – não tem nada a ver com a Lexus!

Como a Nissan não comercializa os modelos Infiniti no Brasil, o FX só chega ao País através de importadores independentes que, muito antes da novela ir ao ar, já mantinham estoques regulares do modelo em seus showrooms. “O carro sempre fez muito sucesso. De 2004 até hoje já vendemos cerca de 45 unidades”, afirma Marco Aurélio di Luciano, proprietário da Forest Trade, importadora paulista que, no momento da entrevista, possuía dois modelos para pronta-entrega. “Eu já comercializei 25 unidades de FX. Já vendi esse carro até para diretor da Nissan”, diverte-se Guy Monteiro, da importadora Sky Motors, do Rio. Aliás, foi ele quem vendeu o carro que aparece na novela. “Meu cliente comprou, mas como não estava usando, decidiu alugá-lo para a Globo”, conta. Segundo a Central Globo de Comunicação, essa é uma prática comum. Várias opções de modelos são apresentadas ao diretor, ele escolhe a que mais se encaixa no perfil do personagem e são tomadas as providências para a locacão.

O FX45, versão top de linha que aparece nas mãos de Fábio Assunção, custa a partir de R$ 300 mil, mas pode chegar a R$ 340 mil. Além do design diferenciado, das imponentes rodas de 20”, do espaço interno generoso (são 2,85 m de entreeixos) e do excelente acabamento, o carro oferece um nível de equipamentos que justifica cada centavo investido e o coloca em pé de igualdade com SUVs de ponta, como Porsche Cayenne, Audi Q7 e VW Touareg.

Quando o motorista se aproxima do carro, a central eletrônica reconhece o código das chaves e abre as portas automaticamente. Para dar a partida, basta que a chave esteja dento do carro. Uma tela de 7” mostra as funções do computador de bordo e, quando a ré é engatada, funciona como um monitor, que exibe imagens externas da traseira e os ângulos de esterço. Há ainda som Bose, faróis de xênon, airbags duplos e laterais, freios ABS e EBD, tração 4×4 e um motor V8 4.5 de 320 cv e 46,4 kgfm de torque a 4.000 rpm com duplo comando e controle variável de válvulas.

A versão de entrada, FX35, tem o mesmo motor V6 3.5 do Nissan Murano. Rende 279 cv, 37,3 kgfm e tem opção da tração apenas traseira. Mas essa versão “baratinha”, que pode ser comprada entre R$ 250 e 290 mil, não é a preferida dos compradores de Infiniti. Quem quer um carro exclusivo, quer o melhor. Fica a dúvida: com tanto sucesso, será que a Nissan do Brasil não vai decidir importar oficialmente o FX? O mercado está de portas abertas para recebê-lo.

Onde encontrar:

SP – Forest Trade: (11) 3882-8000 • FastCar: (11) 5034-5421 RJ – Sky Motors: (21) 2493-1110 • SR Veículos: (21) 2597-3473

Requinte total. O ajuste do banco é milimétrico e a posição guardada na memória acerta, inclusive, a angulação do quadro de instrumentos. Acima a tela de 7”, que mostra imagens externas da traseira e o ângulo de esterço. O acabamento, que mistura escovado, cromo e madeira ficou muito harmonioso. R$308 mil

A carroceria arrojada deste Infiniti combina com a verdadeira usina de força que vai sob seu capô. O motor V8 4.5 rende nada menos que 46,4 kgfm de torque e desenvolve 320 cv de potência. Mesmo pesadão, o crossover acelera de zero a 100 km/h em 6,1 segundos

COMPARTILHAR
Notícia anteriorFusquinhas do Mal
Próxima notíciaInvasão chinesa