Caoa Chery confirma novos Tiggo 5X e Tiggo 7 para 2020

Além dos SUVs, marca irá lançar outros dois modelos no Brasil ao longo do próximo ano

Caoa Chery Tiggo 5X
Tiggo 5X (Divulgação)

Lançados no fim do ano passado (Tiggo 5X) e no início deste ano (Tiggo 7) no mercado brasileiro, os SUVs da Caoa Chery vão mudar em 2020. A informação foi confirmada pela montadora nesta terça-feira (10), durante almoço com jornalistas.

O menor Tiggo 5X vai ganhar uma leve reestilização, revelada no ano passado na China e que inclui mudanças na dianteira e no interior. Já o novo Tiggo 7, mostrado em novembro no mercado chinês, é um novo carro montado sobre a mesma base do atual.

A marca não revelou se as alterações no visual serão acompanhadas de mudanças mecânicas. Na China, o motor 1.5 turbo usado nos dois modelos ganhou 6 cv com a adoção da injeção direta de combustível. No novo Tiggo 7, outra novidade é a opção do propulsor 1.6 turbo de 197 cv.

FUTURO

A Caoa Chery espera ultrapassar a marca de 20 mil carros vendidos no Brasil este ano. Para 2020, a meta é ainda mais ambiciosa: a de ultrapassar 50 mil automóveis emplacados.

Para isso, além dos dois SUVs, estão nos planos da empresa o lançamento de um novo sedã (que será feito junto do Arrizo 5 na fábrica de Jacareí (SP) e de um outro SUV (provavelmente o Tiggo 8), que irá fazer companhia na linha de montagem de Anápolis (GO) para os Tiggo 5X e 7.

A montadora sino-brasileira estuda ainda trazer para o Brasil o utilitário Exeed LX, um modelo mais sofisticado que é baseado no Tiggo 7.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar