Impressões: Caoa Chery Tiggo 5X surpreende com pacote equilibrado

Bonito, bem equipado e com motor turbo, o SUV feito em Anápolis (GO) quer roubar clientes das marcas tradicionais

A Caoa segue em seu esforço para mudar a imagem da Chery no Brasil. Antes (pouco) conhecida por modelos como o pequeno QQ, a marca chinesa (que agora “assina” Caoa Chery) começou a mudar de cara com o lançamento do aventureiro Tiggo 2, no início do ano (confira aqui a avaliação). Agora, com o Tiggo 5X, a marca quer ganhar o seu espaço entre os SUVs compactos.

Produzido em Anápolis (GO), na mesma fábrica onde são feitos os Hyundai New Tucson e iX35, o Tiggo 5X começa a chegar às lojas neste mês, nas versões T (R$ 86.990) e TXS (R$ 96.990). No primeiro contato, o SUV compacto agrada pelo desenho bem resolvido da carroceria, com dimensões avantajadas semelhantes às do Renault Duster. A boa impressão continua ao abrir a porta, com um acabamento com alguns pequenos deslizes (como o excesso de cromados), mas que abusa dos materiais macios ao toque e mostra uma qualidade geral superior inclusive a de alguns concorrentes de marcas tradicionais.

Outro ponto forte do Tiggo 5X está na lista de equipamentos, que desde a versão de entrada traz chave presencial, sistema multimídia de 9″ compatível com Android Auto e Apple CarPlay, saídas de ar-condicionado para o banco traseiro, painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,8″, piloto automático, seletor de modos de condução, retrovisores com aquecimento e rebatimento elétrico, controles eletrônicos de tração e estabilidade e lanternas e luzes diurnas de LED. Na configuração mais cara TSX, a lista de equipamentos ganha o reforço das rodas de liga leve de 18″ (17″ na versão T), bancos de couro com ajustes elétricos, teto solar panorâmico, airbags laterais e de cortina e a iluminação de cortesia nas soleiras.

Na mecânica, o SUV compacto da Caoa Chery traz um motor 1.5 turbo flex de 147/150 cv (gasolina/etanol), que é combinado a um câmbio automatizado de seis marchas e dupla embreagem, o único do tipo oferecido no segmento. Os freios são a disco nas quatro rodas e as suspensões são independentes, do tipo McPherson na dianteira e Multilink na traseira.  Tivemos um breve contato com o Tiggo 5X na pista de testes da fábrica de Anápolis (GO). E o resultado foi tão bom quanto sugerem os números na ficha técnica.

A posição de dirigir do SUV agrada, com fácil acesso aos comandos e uma central multimídia fácil de operar. Mas o painel poderia ter uma proteção melhor contra o reflexo causado pela luz solar, que atrapalha bastante a visualização da tela TFT colorida. Nas acelerações, nota-se o turbo lag abaixo de 2.000 rpm, mas acima desta marca o propulsor mostra bom fôlego, auxiliado principalmente pelas trocas rápidas e suaves do câmbio de dupla embreagem. Já o conjunto de suspensão contribui para o conforto mesmo nos pisos irregulares, embora deixe rolar a carroceria em excesso nas mudanças rápidas de direção.

O Tiggo 5X oferece um pacote equilibrado com bons equipamentos de série e um conjunto mecânico bem afinado. Agora, é esperar para ver se o SUV compacto da Caoa Chery vai roubar vendas dos modelos das marcas tradicionais…


FICHA TÉCNICA

Caoa Chery Tiggo 5X TSX

Preço básico: R$ 86.990
Carro avaliado: R$ 96.990
Motor: 4 cilindros em linha 1.5, 16V
Cilindrada: 1498 cm3
Combustível: flex
Potência: 147 cv a 5.500 rpm (g) e 150 cv a 5.500 rpm (e)
Torque: 21,4 kgfm a 4.000 rpm (g)
Câmbio: automatizado, seis marchas, dupla embreagem
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) multibraço (t)
Freios: disco ventilado (d) e disco sólido (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,338 m (c), 1,830 m (l), 1,645 m (a)
Entre-eixos: 2,630 m
Pneus: 225/55 R18
Porta-malas: 340 litros
Tanque: 57 litros
Peso: 1.495 kg
0-100 km/h: não divulgado
Velocidade máxima: não divulgado
Consumo cidade: não divulgado
Consumo estrada: não divulgado
Nota do Inmetro: não divulgado
Classificação na categoria: não divulgado