Carro novo ou usado? Escolha certo na hora da compra

Se você é daqueles que faz questão de dirigir bons carros e pagar preços atraentes por eles, procure, busque e pesquise. Veja o que se encaixa melhor nas suas necessidades!

39841

O mercado de carros novos está se reaquecendo. Você já deve estar fazendo suas contas e vendo suas necessidades para a compra do seu novo carro. Mas, dentro deste conceito, há um universo grande de possibilidades e você pode se dar bem fazendo um bom negócio. Como? Na grande maioria das vezes, quando se vai a uma concessionária para a compra do carro novo, no pátio de usados dessa mesma revenda pode estar o melhor negócio de sua vida. E lá existem infinidades de bons negócios: carros seminovos, com baixa quilometragem, um único e cuidadoso dono, um a três anos de uso, revisados e com garantia da concessionária. Verdadeiras pechinchas que, inclusive, já vem licenciadas, emplacadas e com os impostos pagos. E o que é ainda melhor: você encontra carros maiores e melhores que o zero-quilômetro que pretendia comprar. Desvalorizados por já não serem mais novos e prontos para rodar. Quer mais moleza?

Vamos a alguns exemplos? Você entra em uma revenda Volkswagen. Já tinha se decidido pela compra do Voyage. Optou por uma versão bem completinha, a Highline com câmbio automatizado (I-Motion), motor 1.6 de 104 cv, direção hidráulica, ar-condicionado, central multimídia, vidros, retrovisores e travas elétricas e outros mimos. Esse carro sonhado custa cerca de R$ 68 mil. No pátio dessa mesma concessionária, você encontra um excelente Jetta 2014, também na versão Highline (completinho). Carro com cerca de 30 mil quilômetros rodados, câmbio automático de dupla embreagem com seis marchas, motor 2.0 de 200cv, ar-condicionado de duas zonas, teto solar, bancos de couro com aquecimento, central multimídia, entre eixos de 2,65 m (o Voyage tem 2,46 m) que, na prática, significa muito mais espaço interno para você e sua família. Além de oferecer uma estrutura muito mais segura que o Voyage, vem equipado com seis airbags e controles de estabilidade e tração (não disponíveis no Voyage). Optando pelo Jetta usado, você sai da concessionária com um carrão ao invés do modesto Voyage. Tudo isso pelos mesmos R$68 mil. Uma ótima escolha.

Se você é fã da Fiat e está interessado em um Uno Sporting 0 km, saiba que pelo preço desse Uno, há carros muito mais interessantes da mesma marca. Mesmo considerando-se que o Uno Sporting tem motor 1.3 de 109cv, ar-condicionado, direção assistida, trio elétrico, câmbio manual de 5 marchas. Esse Uno esportivado custa cerca de R$58 mil. Se você der uma voltinha no pátio de usados da concessionária, com sorte vai encontrar o belíssimo Punto T-Jet 2016, esse sim um esportivo de verdade. Equipado com o motor 1.4 Turbo de 152cv. Um carro que, até pelo porte, chama a atenção por onde quer que passe. O preço dessa joia? Praticamente o mesmo do Uno Sporting: R$ 58 mil..

Para quem prefere comprar um Chevrolet 0 km e precisa do porta-malas de um pequeno sedan, acaba optando pelo Prisma. Para seu conforto e de sua família, escolhe a versão LTZ automática de seis marchas com motor 1.4 de 106 cv. Esse Prisma conta com ar-condicionado, direção e trio elétrico, central multimídia, OnStar, entre outros. Um carro bacaninha que custa cerca de R$65 mil. Antes de fechar, dando uma olhada no pátio de usados da revenda, você se depara com um belo Cruze LTZ 2015, de um único e cuidadoso dono e que está em excelente estado de conservação. Esse carro, automático de seis marchas e com o bom motor 1.8 Ecotec de 144cv, é o topo de linha dos Cruze. Um carro refinado, com bancos forrados em couro, ar-condicionado digital, seis airbags (o Prisma só possui os dois frontais), controles de tração e estabilidade, retrovisores com rebatimento elétrico e uma estrutura bem mais robusta em caso de acidentes. Um carro maior, mais confortável e mais seguro pelo mesmo preço: cerca de R$65 mil. Claro que a lógica manda você comprar o Cruze, fazendo um negócio bem mais interessante para você e sua família.

Há ainda aquele consumidor que gosta da marca Ford. Na hora de comprar um carro novo, optou por um Ka+, pois necessita do porta-malas para acomodar as tralhas da família. Na revenda da marca, faz a opção pela versão SEL 1.5, com motor de 110cv e câmbio manual de cinco marchas. Esse sedã da Ford vem equipado com direção, vidros e travas elétricas, ar-condicionado, rodas de liga leve, e por aí vai. O Ka+ com essa configuração acaba saindo por cerca de R$ 61 mil. Procurando no pátio da concessionária, eis que encontramos um Focus Hatch Titanium 2014, equipado com um motor 2.0 16v de 178cv e câmbio automático de seis marchas. Topo de linha da gama Focus, esse carro conta com seis airbags, controles de estabilidade e tração, bancos de couro, ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia com câmera de ré, estrutura mais resistente a impactos (o Ka recebeu nota zero no crash-test recentemente), entre outros itens. Em que pese o fato do porta-malas do Focus ser menor que o do Ka Sedan (316 contra os 445 litros do Ka Sedan) acredite que o bagageiro do Focus atende as necessidades de uma família média com a vantagem do ar mais esportivo do design de um hatch quando comparado a um sedan. Um carro mais descolado.

Quem gosta de Renault e curte a proposta de aventureiro urbano do Sandero Stepway, vai a uma revenda concretizar sua compra. Equipado com o motor 1.6 16v de 118cv e câmbio manual de cinco marchas, esse Stepway conta com ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, trio elétrico, central multimídia e adereços para dar um ar aventureiro. Sem opcionais, é vendido por cerca de R$62 mil. Olhando os usados da revenda, você encontra um Duster 2016 na versão Dynamique (topo de linha) com pouco mais de 15 mil quilômetros rodados, equipado com o motor 2.0 de 148cv e câmbio automático. Esse Duster é vendido ainda com garantia de fábrica, por cerca de R$ 59 mil. Nesse caso, você tem a oportunidade de comprar um verdadeiro fora de estrada em vez de um pseudo-aventureiro. E por um preço menor. Além de você levar câmbio automático e bancos forrados em couro, ele ainda dispõe de espaço interno maior, porta-malas mais generoso, motor mais potente, e ainda se sai melhor em trilhas leves. Você paga menos e recebe mais.

Mas se você é daqueles que faz questão do carro com plásticos nos bancos, cheirinho de novo e de ser o primeiro proprietário, não tem jeito: Você vai ter que amargar o preço de um carro zero-quilômetro. Agora, se você é daqueles que faz questão de dirigir bons carros e pagar preços atraentes por eles, procure, busque e pesquise. O mercado dispõe de negócios maravilhosos de carros que são verdadeiros sonhos e podem ser comprados por preços que podemos pagar. É só procurar. E boa sorte!

blog comments powered by Disqus