Carro Usado: Hyundai HB20 é um compacto fácil de manter

Após a estreia do novo Hyundai HB20, no ano passado, o antecessor virou uma boa pedida de usado – principalmente para aqueles que não gostaram muito do novo design

Hyundai HB20 usado

Qua tal um Hyundai HB20 usado? O hatch chegou ao mercado em 2012, criado especialmente para o Brasil – daí o nome HB: Hyundai Brasil (os europeus tem o muito melhor i20 – leia avaliação aqui), e logo virou uma febre no mercado.

Com design sedutor, bons itens de série e motores de três ou quatro cilindros, não por acaso o hatch compacto conquistou os brasileiros. Ao longo dos anos, foi atualizado e trouxe séries especiais como a ForYou, a Spicy e a Copa do Mundo Fifa (2014 e 2018).

A nova geração dividiu opiniões com o visual, mas, ainda assim, este mês foi o segundo carro de passeio mais vendido do mercado. Para quem não gostou da novidade, o antecessor virou uma alternativa interessante de usado.

Segundo a Fipe, o Hyundai HB20 usado na versão Premium 1.6 16V automática 2019 custa R$ 61.120, enquanto uma ano 2017 sai por R$ 51.216.

São valores similares aos de modelos zero como Fiat Argo Drive 1.0 (R$ 61.990) e Renault Kwid Outsider (R$ 50.390). E você leva para casa um carro mais potente e com a comodidade do câmbio automático.

Quem optar por um Hyundai HB20 usado pode ficar despreocupado, pois a versão com motor 1.6 aspirado não costuma frequentar oficinas. “O motor é elástico, com manutenção tranquila e de fácil acesso a seus componentes”, conta Luciano Felix, da BoxGT Oficina Mecânica.

+Comparativo: Chevrolet Onix vs. Hyundai HB20 (um novo patamar)
+Avaliação: Hyundai i20 é tudo que o HB20 poderia ser
+Avaliação: Jeep Renegade Moab é diesel com preço de flex. Vale a pena?
+Avaliação: novo Hyundai Tucson é muito melhor que o Corolla Cross

Mas é bastante importante prestar atenção nas bobinas de ignição, porque “quando uma queima, as outras seguem o mesmo caminho. Isso pode ocorrer em torno dos 50 ou 60 mil quilômetros, interferindo no consumo e gerando perda de força. O recomendado é trocar logo todo o conjunto para evitar dores de cabeça”, alerta o profissional.

Ao comprar o HB20 usado, é importante também fazer a substituição do óleo lubrificante da caixa automática. “Esse serviço deve ser feito a cada 40 mil quilômetros”, explica Felix. No quesito freios, ele afirma que os discos não empenam com facilidade mesmo após choques térmicos, e ainda podem ser facilmente retificados.

O Hyundai HB20 usado faz a alegria dos donos, mas nenhum carro é perfeito. “Difícil falar do que mais gosto, mas aprecio bastante o espaço da cabine – embora ache o porta-malas pequeno. E não me arrependo da compra”, diz Michelle Fátima de Manoel. “Tenho 1,89 m de altura e, com o banco ajustado para mim, não senta ninguém no banco traseiro”, reclama José Alexandre Barbosa Ronconi, outro proprietário.

“É uma falha ele não oferecer direção elétrica, e não curto as suspensões”, comenta Valmir José Ribas dos Santos. Segundo Felix, o conjunto do “HB” de primeira geração pede cuidado especial com os batentes dos amortecedores, com as bieletas da barra superior e com buchas. “O barulho de uma bieleta defeituosa é alto e surge ao passar por desníveis e emendas de asfalto, por exemplo”, diz.

Já a altura da carroceria em relação ao solo é um problema para alguns. “O meu HB20 tem 29.000 quilômetros e o para-choque dianteiro já está solto. Afinal, a borracha na parte inferior pega com facilidade no chão”, reclama Ronconi. Pequenos defeitos em um ótimo carro.

O que dizem os proprietários

“Difícil falar do que mais gosto, mas aprecio muito o espaço da cabine”
Michelle de Fátima Manoel

“Não gosto da altura em relação ao solo.
O meu já está com o para-choque solto”
José Alexandre Ronconi

Mercado

O Hyundai HB20 Premium 2019 desvalorizou apenas 2% no último ano. Já no período de dois anos, desde janeiro de 2019, o HB20 Premium valorizou (isso mesmo, valorizou) 1,3%. Um excelente resultado!

Pelo mesmo preço

Nissan March SL 2019 – R$ 54.851

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um pouco menor do que o rival HB20, o Nissan March CVT entrega 111 cv e 15,1 kgfm (tanto com etanol quanto com gasolina). Apesar de ser um carro bom de dirigir, deixou de ser vendido em nosso mercado no ano passado. Leia avaliação.

Mercedes-Benz B200 2014 – R$ 62.181
Com motor 2.0 turbo de 193 cv e 28,5 kgfm, o B200 é uma opção mais antiga, porém maior e mais luxuosa, com 4,27 m de comprimento e porta-malas de 544 litros. Ainda têm o status da marca da estrela, mas prepare-se para gastar muito dinheiro com a manutenção. Leia a avaliação.

Chevrolet Cruze LTZ 2016 – R$ 59.725

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sedã da Chevrolet combina um motor 1.8 flex de 144 cv e 18,9 kgfm (com etanol) a um câmbio automático de seis marchas. O porta-malas acomoda de 450 litros. Mas, para gastar o mesmo que no HB20 2019, terá que comprar um modelo três anos mais velho. Leia a avaliação

Hyundai HB20 usadoHyundai HB20 Premium 1.6 16V AT

Motor: quatro cilindros 1.6, 16V, DOHC, comando variável Cilindrada: 1591 cm3
Combustível: flex
Potência: 122 cv a 6.000 rpm (g) e 128 cv a 6.000 rpm (e)
Torque: 16 kgfm a 4.500 rpm (g) e 16,5 kgfm a 5.000 rpm (e)
Câmbio: automático, seis marchas
Direção: hidráulica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 3,920 m (c), 1,680 m (l), 1,470 m (a)
Entre-eixos: 2,500 m
Pneus: 185/60 R15
Porta-malas: 300 litros
Tanque: 50 litros
Peso: 1.040 kg
0-100 km/h: 10s6 (e)
Vel. máxima: 190 km/h (e)
Consumo cidade: 9,9 km/l (g) e 7,1 km/l (e)
Consumo esttrada: 12,5 km/l (g) e 9,4 km/l (e)
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: D (Compacto)

+Comparativo: Chevrolet Onix vs. Hyundai HB20 (um novo patamar)
+Avaliação: Hyundai i20 é tudo que o HB20 poderia ser
+Avaliação: Jeep Renegade Moab é diesel com preço de flex. Vale a pena?
+Avaliação: novo Hyundai Tucson é muito melhor que o Corolla Cross

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel