Carros cor-de-rosa que ninguém reclamaria de ter

Uma lista de carros para ninguém botar defeito. E nem dizer que são para os meninos ou as meninas...

A ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, é mostrada em um vídeo que circula nas redes sociais afirmando que “menino veste azul e menina veste rosa”. Não demorou muito para que termos como “Damares” e “cor não tem gênero” entrassem na lista de termos mais comentados no Twitter nesta quinta-feira (3). Polêmicas à parte, trazemos a seguir uma lista de carros rosa que agradariam aos motoristas e fãs de automóveis de qualquer gênero.

1Dodge Challenger ‘Pink Panther’

Dodge Challenger “Pink Panther” (Reprodução)

Nos anos 1960 e 1970, a Dodge oferecia vários tons chamativos para os seus modelos. E uma dessas opções oferecidas para o pony car Challenger em 1970 era a cor “Pink Panther”, que foi oferecida apenas naquele ano, mas acabou se tornando uma cor icônica para o modelo.

2Dodge Viper

Dodge Viper rosa de fábrica (Divulgação)

O esportivo Dodge Viper teve a produção encerrada em 2017 e quase todas as 135 unidades produzidas foram comprados por um concessionário da Carolina do Norte (EUA). Apenas dois carros do lote foram pintados neste tom de rosa, o que com certeza já confere aos dois exemplares o status de raridades.

3O Cadillac rosa de Elvis Presley

Cadillac de Elvis Presley (Reprodução)

O Cadillac Fleetwood rosa de 1955 que pertenceu a Elvis Presley é talvez um dos carros mais famosos da marca americana em todo o mundo. Originalmente azul, o exemplar teve a cor personalizada a pedido do Rei do Rock. O Cadillac rosa acabou se tornando um dos símbolos da cultura dos anos 1950.

4Porsche 917/20

Porsche 917/20 (Divulgação)

O Porsche 917/20 foi um modelo de competição experimental da marca alemã. Com uma carroceria baixa e arredondada, acabou sendo comparado com um porquinho. Os engenheiros da Porsche decidiram entrar na brincadeira e, além de pintar a máquina de rosa, colocaram várias faixas imitando aqueles diagramas de corte para açougueiros. Foi com esse visual que o exemplar competiu nas 24 Horas de Le Mans de 1971.