Carros da Hyundai serão capazes de identificar ferimentos em acidentes

Objetivo é criar um sistema que informe as equipes de emergência sobre a gravidade de uma colisão

Divulgação

A Hyundai se uniu à startup israelense MDGo — que é especialista em inteligência artificial na área médica — e agora trabalha no desenvolvimento de um sistema que, em caso de colisão do veículo, seja capaz de identificar o nível de gravidade dos ferimentos dos passageiros.

O princípio básico do sistema será semelhante ao já oferecido no Brasil por marcas como Ford e Chevrolet. Mas além de fornecer a localização do automóvel, sete segundos após a colisão o equipamento irá transmitir o estado de saúde dos ocupantes e informações sobre os sistemas de segurança do veículo que foram ativados no acidente.

Por se tratar de um sistema baseado em inteligência artificial, ele será capaz de se atualizar de acordo com os diferentes cenários de acidente, conforme informações fornecidas pelos serviços de atendimento médico.