Carros dos sonhos

O modelo capaz de rodar com nosso etanol tem um supermotor 4.7 de 1.100 cv de potência. acelera de 0 a 100 km/h em 2s9

Os superesportivos são uma atração à parte do Salão do Automóvel. Seja buscando sua exclusividade, seja buscando seu preço exorbitante, seu design ou sua altíssima potência, os visitantes comparecem em peso nos estandes que concentram essas máquinas dos sonhos. O objetivo é agarrar a rara oportunidade de ver de perto essas feras que são inacessíveis para nós, reles mortais. Mesmo sendo esses os únicos estandes nos quais os visitantes não podem chegar perto dos carros, ninguém se intimida e o empurra-empurra é inevitável.

E saiba que, nesta edição, novamente os esportivos vêm com tudo. Eles estão espalhados por todo o pavilhão, mas nenhum outro estande reúne tantos colírios quanto o da importadora Platinuss. É lá que você vai encontrar, por exemplo, o Pagani Zonda R de R$ 10 milhões e o Vorax, primeiro superesportivo desenvolvido e produzido no Brasil. Nas próximas páginas, você confere os principais destaques do salão entre os superesportivos.

CCXR E100

A sueca Koenigsegg fará a apresentação do modelo CCXr E100 Platinuss special, fabricado exclusivamente para o Brasil, e que queima tanto álcool quanto gasolina. Isto porque a suécia, assim como o Brasil, utiliza o etanol de forma substancial como combustível alternativo. Possui um motor de 4,7 litros, V8 com dois turbocompressores de 1.100 cv. Quanto ao desempenho, é digno de um Fórmula 1: sua velocidade máxima é de 415 km/h e a aceleração de zero a 100 km/h leva 2,9 segundos. Mostrando que é realmente um carro para poucos, possui preço sugerido de r$ 6 milhões.

Zonda R

A marca italiana que produz seus modelos no interior da Emilia- Romagna, região da Itália (perto da Ferrari e da Maserati), apresenta o modelo Zonda R, série especial de apenas dez unidades fabricado exclusivamente para as pistas, todas já vendidas. Seu motor é o Mercedes AMG V12 de 6,0 litros e 750 cv. Atinge a velocidade máxima de 350 km/h e sua aceleração de zero 0 a 100 km/h leva 2,7 segundos. Para comprovar ainda mais a sua exclusividade, o preço sugerido do Zonda R é de R$ 10 milhões.

A montadora holandesa Spyker, que comprou a sueca SAB em 2010, é uma antiga marca de carros e aviões, que fechou as portas em 1926 até reabrir em 2000 para produzir seus superesportivos. No Salão deste ano, apresentará o modelo C8 Aileron, que é dotado de painel de alumínio polido, com mostradores cromados ao estilo dos aviões. Seu motor V8 de 4,2 litros produz 400 cv de potência. Sua velocidade máxima pode chegar a 300 km/h, e a aceleração de 0 a 100km/h é feita em 4,5 segundos. Seu preço sugerido varia entre R$ 990 mil e R$ 1,2 milhão.

Gallardo Superleggera

a marca apresenta seu Lamborghini Gallardo LP 570-4 superleggera, nome que significa “super leve”. Isto porque os engenheiros utilizaram fibra de carbono em sua composição para conseguir uma redução de 70 kg no peso final (comparando com o LP 560-4), tornando este o Lamborghini de rua mais leve em produção. seu motor V10 com 5,2 litros gera 570 cv, o que permite uma aceleração de zero a 100 km/h em 3,4 segundos, e uma velocidade máxima de 325 km/h. Por conta da redução de peso, seu consumo de gasolina e a emissão de Co2 caíram 20,5 % em relação ao modelo anterior.

A marca trará para o evento pela primeira vez seu Challenger sTr8, com grade e faróis herdados do veículo original da década de 70, e um motor V8 6.1, que gera 425 cv. o Dodge Charger (foto) aparece por aqui também pela primeira vez e com visual apimentado. Nos EUa, são três versões: a sE, V6 2.7 e 190 cv; a sXT, V6 3.5 de 249 cv (a que está exposta no salão); e a r/T, com motor HEMI V8 5.7 de 368 cv e o inédito sistema “Multi-displacement system”, que permite economia de até 20% de combustível.

A Jaguar trará para o evento seu modelo mais recente, o XJ, que possui três versões de motorização. Todas elas são V8, partindo de 385 cv – a mais fraca da gama –, passando por uma opção com 470 cv (intermediária) e chegando à top de 510 cv, sua versão mais potente (acelera de zero a 100 km/h em 5,2 segundos) e única que será vendida no Brasil. o carro vem brigar com o Porsche Panamera, que, assim como ele, possui quatro portas e acomoda quatro pessoas.

Continental SS

A marca britânica Bentley, que chegou ao Brasil em março, importada pela British Cars, apresenta seu modelo coupê Continental supersports, o mais veloz Bentley já fabricado e único com motor flexível. Podendo utilizar gasolina ou etanol, seu motor 6.0 litros W12 turbo com 621 cv é capaz de uma aceleração de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, e atinge a máxima de 329 km/h. outro no estande da marca é o Continental Flying spur speed, um sedã com 15% mais torque e 9% mais potência que a versão Flying spur, que conta ainda com um motor 6.0 W12 com 600 cv.

Porsche GT2 RS e Boxster Spyder

O 911 GT2 rs, modelo de rua mais potente da marca, terá apenas 500 unidades disponíveis. Possui um motor 3.6 biturbo com seis cilindros em linha, que desenvolve 620 cv, tornando o carro capaz de uma aceleração de zero a 100 km/h em 3,5 segundos (já de zero a 200 km/h são 9,8 segundos), com velocidade máxima de 330 km/h. o segredo para tanta potência não se deve apenas ao grande motor. os engenheiros da marca adotaram fibra de carbono em várias partes do modelo, o que trouxe uma redução de 70 quilos, resultando em mais agilidade e um consumo 5% menor. a Porsche expõe também o Boxster spyder (branco nas fotos), modelo mais leve da marca. Equipado com motor de 3.4 litros de seis cilindros com 320 cv (10 cv a mais que na versão s), ele acelera de zero a 100 km/h em 4,8 segundos, e tem velocidade máxima de 267 km/h – com a capota aberta. outro destaque da marca é o Cayenne Híbrido, com motor 3.0 V6 333 cv combinado com um propulsor elétrico de 47 cv. Juntos, eles geram 380 cv, o que garante uma aceleração de zero a 100 km/h em 6,1 segundos. o motor elétrico movimenta o carro até 45 km/h. Confira também o Panamera V6 no estande da marca, versão mais em conta do Panamera, que possui motor V6 3.6 de 300 cv e aceleração de zero a 100 km/h em seis segundos.

Ferrari 458 Italia

O nome é uma homenagem ao país de origem da Ferrari e ao tamanho do motor: 4,5 litros e 8 cilindros em “V”. Essa unidade gera 570 cv e vem acoplada a um câmbio dupla embreagem de sete velocidades. O conjunto permite que a máquina acelere de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos e alcance a máxima de 325 km/h. Seu preço sugerido é de R$ 1,5 milhão, (e mais R$ 100 mil, dependendo do acabamento. Desenhada pela Pininfarina, tem design futurista que pode não agradar aos fãs mais conservadores.

Rossin-Bertin Vorax

A primeira fábrica brasileira de superesportivos fará sua estreia no Salão. Ela apresentará o Vorax, carro desenvolvido na cidade de São Caetano do Sul (SP). O modelo tem chassi de alumínio, carroceria de bra de carbono e dois lugares (bancos Recaro, de couro).O desenho foi concebido pelo projetista Fharys Rossin, que já foi designer da GM. Possui um motor aspiradao V10 5.0 de 570 cv ou um biturbo que rende 750 cv. O preço sugerido é de R$ 700 mil. As entregas, no entanto, começam só em janeiro de 2012.

Ferrari 599 GTO

A Ferrari mostra no salão a novíssima 599 GTo (já avaliada por nós na Ms 328), um cupê desenvolvido para uso em alta performance que é, de fato, o carro de rua mais veloz da marca, com um motor V12 de 6.0 litros, com 670 cv que pode alcançar 335 km/h e acelerar de zero a 100 km/h em 3,4 segundos. Ela é oferecida em uma edição especial limitada para apenas 599 clientes e é baseada no carro conceito usado para testes avançados 599 XX. É a primeira Ferrari desde 1985 a receber a famosa sigla GTo (Gran Turismo Omologata). seu preço sugerido, na Europa, é de 320 mil euros. aqui, deve custar bem mais de r$ 1,5 milhão.

Veyron 16.4 Grand Sport

O Bugatti Veyron 16.4 Grand Sport, primeiro Bugatti a ser comercializado no Brasil, veio pelas mãos da British Cars do Brasil, responsável ainda pela vinda da inglesa Bentley. A máquina possui motor 8.0, 16 cilindros e 4 turbocompressores. Sem o capô, ele produz 1.001 cv. Sua velocidade máxima de 335 km/h, faz do modelo o carro conversível mais rápido do mundo. Quando está com a capota, chega a 407 km/h. Com toda essa potência, atinge a marca de 100 km/h em 2,5 segundos. O preço? Até o fechamento desta edição, não tinha sido con rmado, mas estará em torno dos R$ 8 milhões.

Aston Martin Rapide

A marca, que inaugurou este ano sua primeira concessionária no Brasil, tem como destaque no evento o cupê quatro portas rapide, carro que foi apresentado como protótipo em Detroit em 2006 e em maio teve sua produção iniciada, chegando ao Brasil em agosto. Com um motor V12 6.0 litros de 470 cv, o primeiro veículo quatro portas da marca tem aceleração de zero a 100 km/h em 5,3 segundos, e atinge a máxima de 296 km/h. Ele irá dividir o estande com os outros modelos da marca: DB9 V12, DBs V12 e Vantage V8.

A Maserati mostrará este esportivo baseado no Quattroporte sport GT s, que foi criado para celebrar os diversos prêmios que o modelo recebeu desde seu surgimento. O novo tom Quarzo Fuso (um cinza perolizado com nuances douradas) é exclusivo para este modelo. Ele possui um motor V8 de 433 cv de potência. Destacam-se suas rodas de aro 20 polidas com design exclusivo. O logotipo “awards Edition” completa o visual do modelo diferenciado. a marca ainda não divulgou o preço sugerido do modelo.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaSalão do automóvel 2010