Carros que voam baixo (e alto também)


Falta verossimilhança, é inegável, mas sobra adrenalina e diversão. Assim é a oitava sequência da franquia Asphalt, que ganha o sobrenome Airborne (“transportado pelo ar”) por possibilitar aos carros darem saltos espetaculares, porém um tanto exagerados. Disponível para todas as plataformas de smartphones, o game é gratuito, mas os mais apressadinhos ou ruins de volante podem fazer compras usando a própria interface do jogo para acelerar seu progresso (há opções com preços a partir de R$ 2,50).

As corridas são disputadas nos mais diversos cenários: das ruas de Tóquio às belas paisagens vulcânicas da Islândia, passando pelo deserto de Nevada, nos Estados Unidos. Os gráficos são bastante complexos e, por isso, o game exige bastante memória livre: requer no mínimo 1,55 GB de espaço para sua instalação. Uma atualização recente trocou parte dos 56 carros disponíveis para compra (você começa com um Dodge Dart e um Audi R8 e-tron). As novidades incluem Ferrari Enzo, F40 e F50, entre outros superesportivos. Há modelos de série e protótipos de competição.


Quanto maior o salto, maior o bônus. Bater nos rivais dá pontos extras, mas tente não destruir o seu próprio carro batendo em uma parede

Como quase todos os games do gênero, há disputas contra um rival, grid completo e outros desafios que, conforme vão sendo vencidos, liberam novas fases, novos carros e recursos. Há também a tradicional oficina de tuning e pintura, além da nova opção de colar adesivos nos carros. A jogabilidade é razoável e pode-se usar controles nas tela ou inclinar o telefone para obter os resultados desejados: acelerar, frear e fazer curvas. Destruir os outros carros e dar saltos enormes usando as rampas espalhadas nas pistas dão belos bônus – e uma boa dose de adrenalina.