Charlie Watts, do Rolling Stones, tinha coleção de clássicos mas não podia dirigir

Baterista da formação original dos Rolling Stones, Charlie Watts tinha coleção invejável de clássicos, mas não tinha carteira de motorista

0
1181
Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones, e tema de um dos novos blogs da Motor Show
Watts tinha coleção de antigos mantida em garagem escondida

Que os membros do Rolling Stones são pessoas pra lá de excêntricas e especiais à sua forma todos sabemos, mas um deles, o baterista Charlie Watts, conseguia se destacar no que diz respeito ao seu gosto por carros. Watts faleceu nesta terça-feira (24), aos 80 anos, deixando uma invejável coleção de clássicos e muitas histórias ao redor deles. A causa da morte não foi divulgada.

Com um patrimônio estimado em US$ 250 milhões, o baterista, como os demais membros da banda, desenvolveu hobbies caros, como colecionar carros clássicos. A lista completa de sua garagem é desconhecida, mas alguns modelos já apareceram em leilões e raras imagens. Até mesmo um singelo Citroën 2CV tem seu espaço.


Charlie Watts, o roqueiro que não sabia dirigir
Nick Mason: o baterista da coleção bilionária de carros

No entanto, mais curioso do que a coleção em si, era o fato de que Watts jamais os dirigia. O baterista nunca teve carteira de motorista, e nunca pareceu se importar com isso.

Watts costumava se sentar em seus carros na garagem apenas para ouvir seus motores funcionando. Para completar a excentricidade, Watts tinha um terno especificamente desenhado para combinar com cada carro.