Chevrolet Bolt tem recall por risco de incêndio

    São 235 unidades do Bolt que podem apresentar problemas de fabricação na bateria e potencial incêndio

    0
    360
    Chevrolet Bolt
    Foto: Roberto Assunção

    A Chevrolet fará um recall em 235 unidades do Bolt fabricadas entre junho de 2019 e junho de 2020 vendidas no Brasil por risco de incêndio nos módulos da bateria. O modelo elétrico pode pegar fogo durante a recarga ou quando a bateria estiver próximo da capacidade máxima.

    Inicialmente, a GM vai reprogramar o sistema para que a carga não ultrapasse os 90% ou fique abaixo dos 27%. Depois, as concessionárias irão substituir todo o pacote de baterias. As versões 2022 do modelo já passaram por uma atualização e estão livres do problema.


    + Volvo anuncia recall do XC60 e de mais quatro modelos no Brasil

    O defeito foi identificado pela LG, fabricante da bateria dos carros. Um erro na fabricação do componente pode causar os incêndios. A GM indica que os proprietários evitem deixar os carros recarregando durante a noite. E também pede que não usem o carro caso esteja com menos de 133 km de autonomia.