Chevrolet conclui restauração do Corvette 1 milhão

0
503

Depois de quatro meses de trabalho, a Chevrolet concluiu a restauração do Corvette de número 1 milhão, que foi danificado durante o afundamento do piso do National Corvette Museum, em fevereiro do ano passado.

O exemplar conversível, produzido em 1992, sofreu pesados danos, como o afundamento da coluna do para-brisa. Devido à importância histórica do carro — que leva na carroceria e componentes a assinatura dos funcionários da planta de Bowling Green — o maior desafio da equipe de 30 especialistas que tomaram parte do projeto foi o de restaurar o maior número possível de componentes originais do esportivo, que em uma restauração comum seriam trocados por novos.


A coluna do para-brisa, por exemplo, foi retrabalhada para voltar a sua posição original. As rodas foram restauradas e o mesmo foi feito com o interior de couro vermelho.

Com o objetivo de preservar a assinatura dos funcionários, o painel teve apenas a parte superior substituída. O mesmo aconteceu com a traseira e até com o escapamento. A equipe de restauração foi capaz de localizar uma funcionária aposentada da empresa e pedir novamente a sua assinatura, já que a original ficava em um componente irrecuperável do carro.

Dentre as partes irrecuperáveis estavam o capô, para-lamas e partes da dianteira em fibra, que foram substituídas por peças de um veículo doador do mesmo ano, cor e modelo.

Dois oito carros danificados, três serão restaurados e outros cinco vão permanecer no estado em que ficaram após o acidente, em uma futura exposição temática no museu.