Chevrolet GEO Metro Conversível ganha motor de Harley-Davidson

Esta curiosa criação está à venda no Marketplace do Facebook e traz sob o capô uma mecânica de 1.340 cc, com 58 cv de potência e 10,5 kgfm de torque

0
161
O Chevrolet Geo Metro foi uma variação do Suzuki Cultus de segunda geração oferecido na América do Norte de 1989 a 2001. Foi um trabalho conjunto à época entre a Chevrolet e a fabricante japonesa. Nos Estados Unidos, ele ostentou o logotipo da Geo nos anos de 1989 a 1997, enquanto trouxe o emblema da Chevrolet de 1998 a 2001.

Em quase 13 anos de trajetória, teve três gerações e carrocerias hatch de duas ou quatro portas, sedã e conversível. Um simpático “carrinho”, cujo grande atrativo era o baixo consumo de combustível.

No entanto, este conversível LSI 1992 à venda no Marketplace do Facebook traz algo a mais. A mecânica de três cilindros 1.0 foi substituída por uma “V-Twin” de Harley-Davidson de 1.340 cc, com 58 cv de potência e 10,5 kgfm de torque.


Só para comparar, o tricilíndrico original do Geo Metro conversível tem 55 cv e 8,01 kgfm. Segundo o anunciante, houve um trabalho para o novo motor conversar com a transmissão automática de três marchas. O carro está localizado em Trussville, no Alabama, nos Estados Unidos e à venda por US$ 3.500 (pouco mais de R$ 20.000, em conversão direta).