Chevrolet Spin: uma minivan revigorada e com mais fôlego

Chevrolet Spin (Roberto Assunção)

A linha 2016 da Chevrolet Spin trouxe poucas, mas boas mudanças. As principais novidades estão no interior revigorado, na nova geração do câmbio automático de seis marchas e na abertura e fechamento dos vidros à distância, que foram herdadas da versão aventureira Activ. O acabamento da cabine agora é escuro, substituindo os tons de bege e marrom do modelo anterior.

Também é nova a grafia do quadro de instrumentos. Realmente, o ponto alto desse Chevrolet é seu habitáculo, com boa posição de dirigir, além de grande espaço para as pernas (mede 2,620 m de entre-eixos), para a cabeça e para os ombros dos passageiros. Porém, nas versões com sete lugares, o acesso à última fileira de bancos não é dos mais fáceis.


O painel da Spin é simples, e agora ficou todo escuro. O quadro de instrumentos é pobre, mas os bancos são confortáveis e aceitam várias formas de rebatimento

Desde a versão de entrada LT, a Spin traz de série ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e alarme. As versões LTZ e a aventureira Activ trazem a mais, de fábrica, a central multimídia My Link com tela de 7 polegadas sensível ao toque (com interface muito intuitiva de usar), computador de bordo, volante multifuncional, maçanetas internas cromadas, sensor de estacionamento traseiro,  retrovisores com regulagem elétrica e faróis de neblina, entre outros.

O motor 1.8 8V Econo.Flex não teve modificações e continua oferecendo 106/108 cv de potência (gasolina/etanol). Contudo, houve uma atualização na transmissão automática de seis velocidades, que passou ser a de segunda geração, proporcionando trocas de marchas 50% mais rápidas. De fato, percebe-se alguma melhora na dirigibilidade, tornando a condução da Spin mais agradável e precisa.

As trocas sequenciais ainda são realizadas somente pela alavanca. As suspensões macias cooperam no conforto ao absorver bem as irregularidades e imperfeições do terreno. Com bom espaço interno e uma dirigibilidade condizente com sua proposta, a Chevrolet Spin reúne todos os atributos para os consumidores que precisam de amplitude interna e um porta-malas volumoso, seja a sua família grande ou pequena. Por isso, a GM vende uma média de 2.410 Chevrolet Spin por mês.

 

—–

Ficha técnica:

Chevrolet Spin LTZ 1.8 AT

Motor: 4 cilindros em linha, 16V
Cilindrada: 1796 cm3
Combustível: flex
Potência: 106 cv a 5.600 rpm (g) e 108 cv a 5.400 rpm (e)
Torque: 16,4 kgfm a 3.200 rpm (g) e 17,1 kgfm a 3.200 rpm (e)
Câmbio: automático, seis marchas
Tração: dianteira
Direção: hidráulica
Dimensões: 4,360 m (c), 1,735 m (l), 1,688 m (a)
Entre-eixos: 2,620 m
Pneus: 195/65 R15
Porta-malas: 162/553/952 litros (7/5/3 lugares)
Tanque: v litros
Peso: 1.251 kg 0-100 km/h: não divulgada
Velocidade máxima: não divulgada
Consumo: não divulgado
Nota do Inmetro: não participa