Avaliação: Chevrolet Trailblazer muda (bem) na linha 2017

0
19143

Seguindo os passos da recém-atualizada Chevrolet S10, o Trailblazer também chega a linha 2017 exibindo um visual repaginado, mais dispositivos de segurança e itens de conforto/conveniência. Ao todo, são 50 novidades. Frente a frente, a Chevrolet S10 e o Trailblazer ficaram “cara de um, focinho do outro”. As mudanças estéticas do utlitário esportivo aparecem mais na dianteira, com novos faróis dotados de iluminação diurna (DRL), para-choques revistos, capô, para-lamas e grade do radiador redesenhados. As rodas de 18 polegadas exibem acabamento exclusivo e vestem pneus “verdes” com baixa resistência ao rolamento.

Assim como o exterior, o interior também recebeu igual atenção. A cabine foi praticamente toda revista e está mais confortável em relação ao antecessor. Afinal, conforto é importante, principalmente frente aos concorrentes Toyota SW4 e Land Rover Discovery Sport. A cor do interior mudou e os materiais estão mais sensíveis ao toque. A ergonomia melhorou e os comandos foram reposicionados, além das laterais de portas, dos puxadores de portas e dos apoios de braços redesenhados. As saídas de ar também mudaram. Os bancos são revestidos em couro (não sintético) trazendo as costuras aparentes, presentes ainda nos painéis de portas e no painel. Assim como na S10, o Trailblazer também oferece o MyLink 2 com tela sensível ao toque de 8 polegadas, navegador integrado e ainda espelhamento do conteúdo do smartphone via Android Auto e Apple CarPlay. O serviço OnStar (emergência, navegação, informação, concierge e conectividade) também está disponível.


O Trailblazer é oferecido somente na versão LTZ com opção de motores V6 3.6 a gasolina de 277 cv de potência (R$ 159.990) ou o avaliado 2.8 Turbodiesel de 200 cv (R$ 189.990), que garantem desenvoltura ao utilitário esportivo. A dirigibilidade melhorou com os novos coxins de carroceria e de motor. As suspensões trazem novos amortecedores e barra estabilizadora maior. A direção passa a ser elétrica (antes era hidráulica). Houve um melhoramento no isolamento acústico e, segundo a Chevrolet, o Trailblazer está 6% mais silencioso. Os freios mudaram. Assim como a S10, o modelo ganhou um novo gereciamento elétrico e alternador.

A segurança foi evidenciada pelos alertas de colisão frontal, de saída involuntária de faixa, de movimentação traseira, de ponto cego e os sensores de estacionamento dianteiro/traseiro. Todos são bem úteis em um carro com quase cinco metros de comprimento. Atualizado, o Trailblazer tem fôlego revigorado para enfrentar os concorrentes.

FICHA TÉCNICA

Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 SIDI

Preço básico: R$ 189.990
Carro avaliado: R$ 189.990
Motor: 4 cilindros em linha 2.8, 16V, turbo, injeção direta
Cilindrada: 2.776 cm3
Combustível: diesel
Potência: 200 cv a 3.600 rpm
Torque: 51 kgfm a 2.000 rpm
Câmbio: automático, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e multi-link (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Tração: 4×2 ou 4×4 com seletor eletrônico
Dimensões: 4,887 m (c), 1,902 m (l), 1,844 m (a)
Entre-eixos: 2,845 m
Pneus: 265/60 R 18
Porta-malas: 554 litros (1.043 litros com a segunda fileira rebatida)
Tanque: 76 litros
Peso: 2.161 kg
0-100 km/h: não divulgado
Velocidade máxima: não divulgado
Consumo cidade: não divulgado
Consumo estrada: não divulgado
Nota do Inmetro: sem dados
Emissão de CO2: não divulgado