Chinesa Byton revela crossover autônomo na CES 2018

Modelo será um dos primeiros autônomos nível 3 do mundo e dará origem a uma família de mais dois veículos

2089
Divulgação

A Byton pode até ser uma novata no mundo dos automóveis. Mas a empresa chinesa, fundada em setembro passado e comandada por um grupo de executivos com passagens pela BMW, Tesla, Google e Apple, revela na edição deste ano da CES — maior feira de tecnologia do mundo —um crossover elétrico que deve chegar ao mercado já em 2019 para ser um dos primeiros automóveis autônomos de nível 3 no mundo.

Um nível acima dos sistemas de direção semi autônomos oferecidos em modelos como o Volvo XC90 e o Mercedes-Benz Classe E, os sistemas de automação veicular de nivel 3 permitem que o veículo assuma o controle total em determinadas situações, não exigindo a intervenção do motorista. Lançado no ano passado, o Audi A8 de geração atual foi o primeiro carro de produção no mundo com autonomia de nível 3. E no caso do sedã alemão, o veículo é capaz de assumir o controle total em congestionamentos.

Divulgação

Outros destaques do modelo são o painel com tela de 49 polegadas, a capacidade de carregar 80% das baterias em até 30 minutos e a autonomia de até 520 km. De acordo com a Byton, as vendas do crossover terão início na China. As vendas na Europa e Estados Unidos deverão começar em 2020, quando o modelo já deverá ter avançado para o nível 4 de automação (que dispensa o motorista em um número ainda maior de situações). Segundo a empresa, a mesma plataforma deverá servir de base para um sedã e um monovolume.