Chinesa dona da Volvo vira sócia da Smart

Fabricante minicarros irá produzir novos modelos elétricos na China

Newspress

A Daimler AG anunciou nesta quinta-feira (28) a venda de 50% das ações da fabricante Smart para a chinesa Geely.

Sob a joint-venture entre a dona da Mercedes-Benz e a dona da Volvo, a Smart irá desenvolver uma nova geração de modelos elétricos. Os carros serão produzidos na China e devem chegar ao mercado em 2022.

A sociedade não irá afetar neste momento a produção dos modelos EQ Fortwo e EQ Forfour, elétricos que são produzidos respectivamente nas fábricas de Hambach (França) e Novo Mesto (Eslováquia).

Mas de acordo com a Daimler, a fábrica francesa irá receber um investimento de 500 milhões de euros (cerca de R$ 2,2 bilhões) para passar a produzir um novo modelo elétrico da divisão EQ, da Mercedes-Benz.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar