Civic ou Cr-V?

Aqui SUV e sedã são construídos na

mesma plataforma. Mas a diferença

entre CR-V e Civic não está só na

“casca”. Embora compartilhem muita

coisa, seus motores são diferentes,

assim como a experiência a bordo

e ao volante. Enquanto o Civic dá

bons exemplos sobre as qualidades de um sedã, o CR-V é referência

mundial entre os crossovers para a família. Mas calma aí… estamos

falando de utilitários esportivos ou de crossovers? Hoje, a diferença

é puro marketing. O Fiat Freemont, por exemplo, é vendido como

SUV, enquanto o Dodge Journey, rigorosamente o mesmo carro,

é propagandeado como crossover).

O mexicano CR-V tem isenção do Imposto de Importação, por

isso o preço atraente. Mesmo assim, na versão de entrada LX custa

quase R$ 4 mil a mais do que a con guração automática mais cara

do sedã fabricado no Brasil. O LX 4×2 automático das fotos sai por

R$ 92.900, e vem menos equipado que o Civic EXS (confira tabela)

E não falo de mimos, mas de importantes itens de segurança como

controle de estabilidade e airbags laterais.

Voltando à experiência a bordo, vemos como a diferença entre

um SUV e um sedã, mesmo que feitos sobre a mesma base, é gritante.

Como familiar, o CR-V, apesar de menos equipado, dá uma lavada.

Enquanto o porta-malas do sedã tem 449 litros, o SUV parte de exagerados

589 litros com os bancos na posição normal e respeitando

a altura da cobertura. Rebatendo-os vai a 1.146 litros. Aqui ca clara

uma vantagem dos SUVs: os bagageiros têm “bocas” maiores, além de não terem alças que

podem dani car as malas. Além isso, o CR-V

leva vantagem na versatilidade da cabine.

Na estrada, o utilitário é silencioso, mas

não empolga. O motor 2.0 é mais potente que o

1.8 do Civic, porém sua carroceria pesa mais.

O sedã tampouco tem performance elogiável,

mas é ex e o câmbio com trocas sequenciais

no volante pode tornar tudo mais divertido.

Para nalizar, o comportamento do Civic é

excelente: o sedã faz qualquer manobra sem

reclamar, enquanto no CR-V qualquer movimento

mais ousado faz os pneus cantarem.

Veredito: para quem está disposto a pagar

mais por um carro com menos itens de

segurança e conveniência, o CR-V acena com

ótimo espaço. Na hora da aventura, porém,

essa versão só oferece o maior vão livre

(por R$ 109.200, pode ter tração 4×4 e mais

equipamentos). E o pacote básico de peças

do CR-V custa o dobro do pacote do Civic, o

que se re ete na franquia do seguro, cerca de

R$ 2 mil maior. Racionalmente? Vá de Civic

EXS: ele tem a segurança que sua família precisa

e espaço su ciente para quase tudo.

S= Item de série / N= Item não disponível / O= Item opcional * Os itens marcados como opcionais, na verdade são itens de série da versão topo de linha AWD EXS ** Confira no comparativo da página 62 quais são os itens que compõem a cesta

 

O Civic tem mais itens de série. A câmera de ré é comum aos dois, mas

apenas ele oferece ESP, airbags laterais, GPS e sensor de chuva, entre outros.

Apesar do espaço menor para pessoas e carga, o Civic vence o CR-V nos

equipamentos e na manutenção. A cesta de peças custa o dobro no SUV

Honda Civic EXS

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,8 litro, 16V, comando continuamente variável TRANSMISSÃO automática sequencial, cinco marchas, borboletas no volante, tração dianteira DIMENSÕES comp.:

4,53 m – larg.: 1,76 m – alt.: 1,45 m ENTRE-EIXOS 2,670 m PORTA-MALAS 449 litros PNEUS 205/55 R16 PESO 1.286 kg GASOLINA POTÊNCIA 139 cv a 6.500 rpm TORQUE 17,5 kgfm

a 4.500 rpm VEL. MÁXIMA não disponível 0 – 100 KM/H não disponível CONSUMO não disponível CONSUMO REAL cid.: 10,5 km/l – est.: 13,4 km/l (Inmetro) ETANOL POTÊNCIA 140 cv

a 6.500 rpm TORQUE 17,7 kgfm a 4.500 rpm VEL. MÁXIMA não disponível 0 – 100 KM/H não

disponível CONSUMO não disponível CONSUMO REAL cid.: 7,3 km/l – est.: 10 km/l (Inmetro)

 

O porta-malas do CR-V é gigantesco. Se você precisa carregar muita

bagagem, é ideal; e o habitáculo também tem mais espaço e versatilidade

Honda CR-V LX AT

MOTOR quatro cilindros em linha, 2,0 litros, 16V, comando continuamente variável TRANSMISSÃO automática sequencial, cinco marchas, borboletas no volante, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,53 m – larg.: 1,82 m – alt.: 1,65 m ENTRE-EIXOS 2,620 m PORTAMALAS 589 a 1.146 litros PNEUS 225/65 R17 PESO 1.503 kg GASOLINA POTÊNCIA 155 cv a 6.500 rpm TORQUE 19,4 kgfm a 4.300 rpm VEL. MÁXIMA não disponível 0 – 100

KM/H não disponível CONSUMO não disponível CONSUMO REAL cidade: 10,5 km/l – estrada:

13,4 km/l (Inmetro) ETANOL POTÊNCIA 140 cv a 6.500 rpm TORQUE 17,7 kgfm a

4.500 rpm VEL. MÁXIMA não disponível 0 – 100 KM/H não disponível CONSUMO não disponível CONSUMO REAL não disponível

 

 

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorConforto acessível
Próxima notíciaAgora no rumo certo