Novo Camaro ZL1 estreia com 649 cv e 10 marchas

Com um desempenho digno de pista de arrancada, como a própria Chevrolet se refere ao modelo, a marca americana apresentou a versão ZL1 do Camaro de sexta geração. Sobre a plataforma dos cupê comuns, revelados no ano passado, o esportivo estreia um novo conjunto mecânico de 649 cv e 88,5 kgfm de torque e chega ao mercado até o fim de 2016.

Apesar da configuração básica do motor ser a mesma do ZL1 do Camaro de quinta geração, um 6.2 V8, o propulsor batizado de LT4 é todo novo e apareceu pela primeira vez no novo Corvette. Com injeção direta e coletores de admissão e escape exclusivos, o propulsor é 61 cv mais potente que o anterior. E a transmissão também é nova: uma caixa automática de dez marchas, com opções de trocas manuais. Mas quem preferir pode optar por um câmbio 100% manual, de seis marchas.

Mais leve que o antecessor, a nova plataforma permitiu uma economia de 90 kg em relação ao antigo ZL1, o que, combinado ao motor mais potente, deve contribuir para a melhoria no desempenho da máquina. A Chevrolet não divulgou os dados de desempenho do novo ZL1, mas para se ter uma ideia o antigo, mais pesado e menos potente, já acelerava de 0 a 96 km/h em 3,9 segundos…

Em relação às versões normais da linha, o mais potente dos Camaro sofreu pequenas mudanças na carroceria, com a adoção de novo para-choque e capô na dianteira e de um pacote aerodinâmico exclusivo com difusor dianteiro, saias laterais e aerofólio na traseira.

Também exclusivas do novo ZL1 são as rodas de 20 polegadas calçadas com pneus Goodyear Eagle F1 Supercar (desenvolvidos para o carro), os freios com pinças Brembo de seis pistões, a suspensão com amortecedores de controle magnético e o diferencial de deslizamento limitado com comando eletrônico. Na cabine, o destaque são os bancos esportivo Recaro.