Comissão aprova incentivo a carros elétricos que pode chegar a R$ 1,3 bi

Os investimentos também deverão ser direcionados à geração de energia elétrica no interior de veículos a partir do etanol

0
338
Foto: Pixabay

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou o PL 6.020/2019, da senadora Leila Barros (PDT-DF), que cria uma política de incentivo tributário à pesquisa de desenvolvimento da mobilidade elétrica no País.

Segundo divulgado pela Agência Senado, o projeto determina que as empresas beneficiadas por renúncias fiscais no programa de inovação Rota 2030 – Mobilidade e Logística deverão aplicar 1,5% do benefício em pesquisas sobre o desenvolvimento da tecnologia para veículos elétricos.

+ BYD Han EV: 1º lote do elétrico esgota em um mês no Brasil
+ Mercedes-AMG apresenta conceito elétrico esportivo; conheça
+ Honda mostra detalhes de seu novo SUV elétrico feito com a GM
+ Shineray prepara bike elétrica para concorrer com a Mobylette
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe


Os investimentos ocorrerão em instituições públicas de pesquisa ou em pesquisas por elas supervisionadas.

Etanol incluso

Outro destaque do texto afirma que os investimentos também deverão ser direcionados à geração de energia elétrica no interior de veículos a partir do etanol.

Incentivo em números

Leila explica que o Rota 2030 possibilita renúncias fiscais que chegam hoje a R$ 9 bilhões para as empresas. Os incentivos à pesquisa de mobilidade elétrica poderiam atingir hoje R$ 135 milhões por ano.

Nos primeiros 10 anos, caso a proposta seja aprovada e sancionada, os aportes para pesquisa chegariam pelo menos a R$ 1,3 bilhão.

O projeto segue para a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para ser analisado.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Harley-Davidson recebe dose de Jack Daniel’s em customização
+ Renault aumenta o preço do Kwid, que perde posto de mais barato
+ CNH: aulas na autoescola podem deixar de ser obrigatórias; entenda
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ IPVA SP 2022: 4ª parcela começa a vencer nesta quarta; confira as datas
+ Teste rápido: Andamos no caminhão Mercedes-Benz Actros LS 2653 6×4
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Voltz lança triciclo elétrico voltado a entregas; conheça o Miles