Avaliamos o novo Land Rover Discovery Sport a diesel

Poucas coisas são tão inglesas quanto o (pontual) chá das cinco e um Land Rover. Após iniciar as vendas em abril do Discovery Sport a gasolina, agora o SUV compacto premium também é oferecido com motor a diesel SD4 2.2 nas versões SE (R$ 218.100), HSE (R$ 242.700) e HSE Luxury (R$  270.700). Como em um rali Camel Trophy, organizado entre 1980 e 2000 com etapas realizadas em Sumatra, Bornéu, Austrália, Madagascar e Brasil utilizando veículos da Land Rover, partimos de São Paulo com destino à cidade de Itatiaia (RJ) – cidade onde o Discovery Sport será produzido no próximo ano. A capacidade produtiva será de 24.000 carros/ano. Ao todo, foram mais de 500 quilômetros de jornada percorridos por estradas pavimentadas e muitos trajetos fora de estrada.

Diferentemente dos clássicos modelos Defender do Camel Trophy, a nossa aventura foi realizada com um Discovery Sport HSE Luxury dotado do novo motor SD4 2.2. Esse bloco oferece 190 cv de potência e 43 kgfm de torque a partir de baixíssimas 1.750 rpm garantindo disposição e movendo com desenvoltura as quase duas toneladas do utilitário esportivo. Atrelado ao bloco SD4 está o câmbio automático de nove velocidades (ZF-9HP) – presente também nos modelos Range Rover Evoque e nas configurações a gasolina do Discovery Sport. Segundo o fabricante, as marchas mais baixas foram encurtadas para garantir maior torque, enquanto as mais altas têm relações alongadas.

Esse conjunto motriz transmite ânimo e permite um alcance de 900 quilômetros com um único abastecimento, além de proporcionar baixo nível de ruído. Merecem elogios o isolamento acústico, a mínima trepidação e a baixa emissão de poluentes. O sistema IPSM (Inteligent Power System Management) fornece energia de maneira inteligente para o sistema elétrico sem a necessidade de utilizar combustível para manter o carregamento da bateria. Com tudo isso, conseguimos um consumo rodoviário de 12,5 km/l e de 5,7 a 6,1 km/l em trilhas pesadas.

Foi no fora de estrada que o Land Rover impressionou por sua capacidade de transpor obstáculos e vencer trajetos acidentados, com dirigibilidade precisa e segurança. A suspensão traseira multilink aguenta a porrada e absorve as imperfeições do piso acidentado com maestria. Além disso, o Discovery Sport pode passar por áreas inundadas com até 600 mm de profundidade. O sistema Terrain Response é um capítulo à parte. Ele ajusta em 150 milissegundos as configurações de tração, aceleração e torque dependendo de cada tipo de terreno, com modos de condução normal, grama, neve, cascalho, lama /sulcos, areia e ECO (atua para diminuir o consumo de combustível). Nas situações de aclives ou declives, o Gradient Release proporciona arrancadas com suavidade para aumentar o conforto dos ocupantes.

Quanto à segurança, o Discovery Sport tem nota máxima de cinco estrelas nos testes do EuroNCap, além de possuir freios ABS, controle eletrônico de tração, sistema eletrônico de distribuição de frenagem, controle de frenagens em curvas, assistente de frenagem de emergência, controle dinâmico de estabilidade, nove airbags, controle de descida, controle de estabilidade de rolagem, de estabilidade e de tração, assistente de Estabilidade de Trailer, assistente de Reboque com capacidade para até duas toneladas, limpadores de para-brisa sensíveis à chuva, sensores de estacionamento, faróis automáticos e freios dianteiros com discos de 325 mm de diâmetro.

Com 4,5 metros de comprimento, o Discovery Sport é 2,39 cm mais curto em relação ao modelo Discovery. Mesmo assim, ele oferece amplitude interna, sete assentos (a terceira fileira é opcional, assim como os monitores do sistema multimídia nos apoios de cabeça) e muito luxo, como é comum nos modelos do fabricante.

Por dentro, assim como em outros veículos da Land Rover, impressiona a qualidade dos acabamentos, o requinte e a lista de itens de comodidade e conveniência, como ar-condicionado de duas zonas, sistema de entretenimento com tela de oito polegadas, quatro tomadas de 12V e seis entradas USB. A versão HSE Luxury traz ainda faróis de xenônio com assinatura em LED, teto solar panorâmico, bancos em couro climatizados com memória de regulagem para passageiro e motorista, sistema de áudio Meridian com 16 alto-falantes, um subwoofer e 825W de potência, rodas de liga leve de 19 polegadas, iluminação interna configurável e duas entradas USB na segunda fileira de bancos. Agora, com esse novo motor a diesel, o Land Rover Discovery Sport assume um mix de luxo e muita valentia.

FICHA TÉCNICA

Land Rover Discovery Sport HSE Luxury
Preço básico: R$ 218.100
Carro avaliado: R$ 270.700

Motor: 4 cilindros em linha 2.2, turbodiesel, intercooler
Cilindrada: 2179 cm3
Combustível: diesel
Potência: 190 cv a 3.500 rpm
Torque: 43 kgfm a 1.750 rpm
Câmbio: automático sequencial, nove marchas
Direção: elétrica
Suspensão: independente (d e t)
Freios: discos ventilados (d e t)
Tração: 4×4 com seletor de terreno
Dimensões: 4,599 m (c), 2069 m (l), 1724 m (a)
Entre-eixos: 2741 m
Pneus: 235/55 R19
Porta-malas: 981 litros (1698 litros com o banco rebatido)
Tanque: 65 litros
Peso: 1.863 kg
0-100 km/h: 8s9
Velocidade máxima: 187 km/h
Consumo: 15,8 km/l (média cidade/estrada, padrão europeu)
Emissão de CO2: SEM DADOS
Nota do Inmetro: não participa (veiculo a diesel)

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar