Completo e confiável

• Manutenção média • Desvalorização alta • Seguro alto

Ao pensar em um veículo bem equipado, com ar-condicionado, direção elétrica, câmbio automático, piloto automático, limitador de velocidade, airbag duplo e freio ABS, é comum esperarmos que seu preço também seja bem alto, certo? Sim. Não é, porém, o que ocorre com o modelo Dynamique 2.0 automático do Renault Mégane 2008. Com todos esses equipamentos, alguns opcionais na época, ele está cotado, segundo a tabela Fipe/ MOTOR SHOW, em aproximadamente R$ 40 mil – preço equivalente ao de um modelo de entrada zeroquilômetro em sua versão mais completa.

Bom negócio para quem procura um sedã espaçoso e moderno, mas não pode investir em um modelo zero com essas características. “É um carro muito confortável, seguro e estável, com bom motor, e seu design chama a atenção”, a rma o proprietário André Ribeiro Felicori. Para ele, o veículo só deixa a desejar porque faltam alguns acessórios, como teto solar, CD com MP3, melhores caixas de som e ajuste de altura do farol. Já para Alessandro Lima, outro satisfeito proprietário, os acessórios são su cientes e o carro é bem seguro ,por conta da chave decodi cada, freios ABS e limita-dor de velocidade.

A única coisa que o incomoda é a grande desvalorização do carro “Se eu pudesse voltar no tempo, não o compraria zero, é só isso que tenho a reclamar.” De fato, o veículo se torna um negócio melhor quando comprado usado, já que em um ano ele teve uma desvalorização de 17%.

Este carro sempre foi um mero coadjuvante nas vendas do segmento aqui no Brasil. E não é por falta de qualidades, mas por ser um modelo pelo qual o brasileiro não se interessa. A razão desse desinteresse é desconhecida – talvez a falta do motor ex colabore. Leve isso em consideração na hora de comprar o carro, pois a revenda pode ser mais difícil – ao mesmo tempo, é isso que torna o preço dele, usado, tão competitivo.

Apesar de todos os mecânicos consultados a rmarem que o Mégane não costuma apresentar problemas crônicos, deve-se prestar mais atenção em alguns itens, como as rodas que, por serem feitas em alumínio, amassam com mais facilidade. “Veri car o nível de óleo é fundamental, principalmente por se tratar de um carro automático. Se der algum tipo de problema, sai muito caro depois”, lembra o mecânico Américo Pereira Alves, da o cina American Auto Mecânica.

GOSTO…

“É um carro muito confortável, seguro e estável, com bom motor, e seu design chama a atenção ”

André Felicori Proprietário

NÃO GOSTO…

“Se eu pudesse voltar no tempo, não o compraria zero (devido à desvalorização), é só isso que tenho a reclamar.”

Alessandro Lima Proprietário

MERCADO

Sua desvalorização, de 17,1% no último ano, pode ser considerada alta, se comparada com a dos concorrentes mais vendidos, Civic e Corolla.

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorFuja do óbvio!
Próxima notíciaEle esta chegando, Camaro SS