Compra do Ano 2023/Custo-benefício: Fiat Argo Trekking

Fiat Argo Trekking

Hoje todos querem comprar SUVs, mas nem todo mundo pode pagar tão caro em um deles. Se não for pelo estilo, mas pela capacidade de encarar pisos ruins, seja na cidade ou em estradas de terra, o Fiat Argo Trekking é até melhor do que muitos dos utilitários esportivos compactos por aí.

O Fiat Argo Trekking tem bons ângulos de ataque e de saída, além de uma altura livre do solo de quase 19 cm, muito similar à do “SUV” Pulse,  vencedor da categoria Aventureiro que deriva diretamente dele (tem só 10 cm a mais no comprimento e 1 cm a mais no entre-eixos).

É verdade que até fica difícil falar em custo-benefício com os preços dos carros hoje. Mas todos eles aumentaram, e, se um Fiat Mobi custa cerca de R$ 60 mil, por R$ 83.790 iniciais o Argo Trekking é uma boa compra.

Não está sozinho no segmento – concorre com Renault Stepway, JAC T40 e Caoa Chery Tiggo 2, todos mais caros e autoproclamados SUVs, embora não sejam (nenhum tão bom para andar na terra quanto este Fiat).

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS VENCEDORES DA COMPRA DO ANO 2023

No mais, em relação a espaço interno e ao porta-malas, as diferenças entre o Argo Trekking e o Pulse são bastante pequenas. O “upgrade” para o Pulse básico custa R$ 11.000, e soma, ainda, airbags laterais, faróis em LED com DRL e regulador/limitador de velocidade, além de uma central multimídia maior. Pode valer a pena? É uma decisão só do consumidor.

Pena que, para abrir espaço para o Pulse, o Argo Trekking 1.8 automático saiu de linha. Para quem não faz questão deste câmbio, o motor 1.3 entrega muita economia e desempenho surpreendente, graças ao peso moderado (0-100 km/h em 11s1).

A Fiat bem que podia adotar o 1.0 turbo, ou mesmo este 1.3 com o novo câmbio CVT, também neste modelo. Quem sabe?

Agora, se você faz mesmo questão de um SUV compacto “de verdade”, a Hyundai tem o Creta Action Automático, aina com o design da geração anterior e o antigo motor 1.6 (R$ 107.190).

Já a Renault ainda tem o Duster 1.6 – este, mais robusto que o Argo ou o Pulse, e com bem mais espaço interno e no porta-malas, parte de R$ 100.290 com câmbio manual e quase roubou o prêmio do Argo Trekking. Então não podemos deixar de indicar tais alternativas, também com custo-benefício interessante.

› VERSÕES

Trekking 1.3 R$ 84.690

› Potência 109 cv
› Porta-malas 300 litros
› Consumo Inmetro B
› Versão indicada Versão única

AVALIAÇÃO COMPLETA DO FIAT ARGO TREKKING:

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Carro Usado: Toyota Prius é híbrido de R$ 60 mil que faz até 30 km/l na cidade sem precisar de tomada
+ CNH: junho é o último mês para grupo renovar a habilitação; veja
+ Licenciamento de veículos: confira o calendário e como pagar em SP
+ Veja quais são os carros flex mais econômicos, segundo o Inmetro
+ CNH: novo limite de pontos vai completar 1 ano; entenda
+ Brasil oferece 70 modelos de veículos eletrificados; veja os mais vendidos
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ GP do Azerbaijão de F1: veja onde assistir a 8ª etapa do campeonato
+ Nem todo carro híbrido é igual: saiba as diferenças
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe