Compra do Ano 2023/Sedã Premium: Mercedes-Benz Classe C

Nova geração capricha no conforto, mas não tem versão híbrida completa

Mercedes-Benz Classe C

Talvez o que melhor simbolize este novo Mercedes-Benz Classe C sejam os bancos dianteiros: além de terem ajustes elétricos finos até do comprimento do assento e do apoio de cabeça, oferecem uma opção na qual encosto, assento e apoio lombar se movem com frequência, de modo quase imperceptível, para evitar o cansaço excessivo dos ocupantes em viagens longas. Um mimo, como muitos outros, que deixam claro sua prioridade: conforto absoluto.

Na cabine, as duas versões, que contam com o sobrenome AMG Line por trazerem o pacote visual da preparadora oficial da marca, têm acabamento impecável, com detalhes em fibra de carbono, além de teto solar duplo, sofisticada iluminação em LEDs até nas saídas de ar e isolamento acústico primoroso – tão bom que, nos modos Sport e Sport+, um som de motor é simulado pelos alto-falantes, pois do motor verdadeiro não se ouve nada.

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS VENCEDORES DA COMPRA DO ANO 2023
Por fim, há duas belíssimas telas: do cluster digital configurável e sem cobertura, porém sempre com boa leitura, e a da central multimídia e de informações do carro.

Mas a vitória do Mercedes-Benz Classe C não foi nada fácil. Enquanto o arquirrival BMW 330e traz sistema híbrido plug-in com maior potência total e possibilidade de rodar só com eletricidade, o Classe C é híbrido leve, com um 1.5 turbo de 204 cv e 300 Nm no C 200 e um 2.0 turbo de 258 cv no C 300.

Os motores-geradores não atuam diretamente nas rodas, mas recuperam energia em desacelerações e depois utilizam os 20 cv (no C 200) ou 27 cv (C 300) e 200 Nm para aumentar o desempenho – ou reduzir o consumo, dependendo do modo de direção escolhido.

Mas, ainda dentro da proposta de conforto absoluto, tais opções mecânicas, acopladas ao câmbio de nove marchas, garantem muita suavidade – e sem decepcionar no desempenho.

No modo Eco, sempre que se alivia o pé direito o Mercedes-Benz Classe C desliga o motor a combustão e aproveita ao máximo a inércia – e depois o liga novamente, de modo imperceptível. Por fim, a dirigibilidade é admirável e a dinâmica, muito equilibrada, com comportamento neutro e intervenções eletrônicas apenas no limite.

› VERSÕES

200 AMG Line R$ 348.900
300 AMG Line R$ 396.900

› Potência 204 ou 258 cv
› Porta-malas 455 litros
› Consumo A e B
› Versão indicada 200 AMG Line

AVALIAÇÕES COMPLETAS DO MERCEDES-BENZ CLASSE C:
GALERIA DE FOTOS DO MERCEDES-BENZ CLASSE C:
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS VENCEDORES DA COMPRA DO ANO 2023

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ SUVs: Jeep lidera como marca e T-Cross como modelo; veja o ranking
+ GP da Áustria: confira os horários e onde assistir a corrida
+ Novo Honda HR-V: concessionária revela preço de lançamento do SUV
+ Festival Interlagos de automóveis começa nesta quinta-feira (7)
+ Hyundai HB20 é apresentado completamente revisto; confira os preços
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Licenciamento: veja o calendário completo e como pagar em SP
+ IPVA zero para motos de até 170cc é aprovado pelo senado
+ Preços da gasolina, etanol e diesel registram queda, segundo ANP