Comprador que perder emprego poderá devolver carro Ford

Comprador que perder emprego poderá devolver carro Ford
Comprador que perder emprego poderá devolver carro Ford

O comprador que perder o emprego poderá devolver o carro recém adquirido para a Ford, mas apenas nos EUA, por enquanto, anunciou a montadora nesta semana. A medida foi uma forma da montadora aquecer o mercado e ajudar a diminuir o receio que os consumidores têm de se comprometer com um compra desse valor em meio à recessão agravada pela pandemia do coronavírus.

+ Quanto custa o seguro dos carros mais vendidos no Brasil
+ Como congelar prestação do carro por 60 dias
+ IPVA: como funciona a isenção para pessoas com deficiência

O novo programa de financiamento chamado de Ford Promise garante a possibilidade de devolução do carro para o comprador que perder emprego um ano após a negociação. A montadora então vai pagar a diferença entre o valor de carro e o saldo devedor restante com limite máximo de US$ 15 mil.

Esse valor é o suficiente para cobrir a desvalorização de 1 ano para a maioria dos modelos da Ford. Já as letras miúdas do contrato incluem clausulas restritivas com invalidação do programa caso o cliente perca o emprego menos de 30 dias após a compra. A demissão precisa ser involuntária. Autônomos que sejam forçados a declarar falência também podem participar.

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga