Confira as versões e os preços do Jeep Commander

O Jeep Commander debutou em nosso mercado nas opções Limited e Overland, com preços entre R$ 199.990 e R$ 279.990, respectivamente

0
1154
Foto: Divulgação

A Jeep apresentou hoje (26) o novíssimo Commander, que é considerado pelo fabricante como o produto mais sofisticado produzido no Polo Industrial de Goiana (PE) – mesmo local onde são feitos os modelos Jeep Renegade e Compass, além da picape monobloco Fiat Toro.

Primeiro carro da Jeep desenvolvido no Brasil, o Jeep Commander será exportada para outros países da América Latina. E o novo SUV de sete lugares aposta na sofisticação das linhas e dos itens de série. Oferecido nas configurações Limited e Overland (ambas com motorizações Turboflex 4×2 e Turbodiesel 4×4), leia abaixo o conteúdo de cada versão: 

Jeep Commander Limited – R$ 199.990 (T270 Turboflex) ou R$ 259.990 (TD380 Turbodiesel)

*Rodas de liga leve de 18”;
*Câmbio de seis marchas na turboflex e de nove na opção turbodiesel;
*Sete airbags sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para o joelho do motorista);
*Conjunto óptico Full Led;
*Bancos em couro/suede preto;
*Acabamento interno preto;
*Quadro de instrumentos de 10,25” totalmente digital;
*Central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence e espelhamento sem fio;
*Carregador de smartphone por indução
*KeylessEnter ‘N Go;
*Bancos dianteiros com ajustes elétricos;
*Abertura elétrica do porta-malas;
*Sete airbags;
*Sistemas de direção autônoma (ADAS): controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão com frenagem automática, detecção de ponto cego e de tráfego cruzado, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista, reconhecimento de placas de velocidade, comutação automática de faróis e park assist;
*Motor T270 1.3 16V turbo com tração 4×2 e Jeep TractionControl+ (sistema de controle de tração que atua em condições em que o veículo tenha piso de baixa aderência com o solo em uma das rodas);
*Na opção com motor a diesel TD380 oferece o modo 4×4 Low e o seletor de terrenos com os programas Sand/Mud, Snow e Auto, além do Hill Descent Control;
*Não há opcionais;
*Garantia de três anos, com revisões a cada 12.000 quilômetros ou um ano para as versões turbo flex 4×2 e de 20.000 quilômetros ou um ano para as versões turbo Diesel 4×4.


Jeep Commander Overland – R$ 219.990 (T270 Turboflex) ou R$ 279.990 (TD380 Turbodiesel)

*Rodas de 19”;
*Câmbio de seis marchas na turboflex e de nove na opção turbodiesel;
*Sete airbags sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para o joelho do motorista);
*Bancos em couro e suede marrom;
*Teto solar panorâmico;
*Sistema de som premium HarmanKardon com nove alto-falantes, subwoofer   (falante de graves) e 450 Watts de potência;
*Banco de passageiro elétrico;
*Nome da versão gravado no banco;
*Tampa do porta-malas com sensor de presença e tomadas de 127v;  *Plataforma Adventure Intelligence Plus com Alexa in Vehicle;
*Sistemas de direção autônoma (ADAS): controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão com frenagem automática, detecção de ponto cego e de tráfego cruzado, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista, reconhecimento de placas de velocidade, comutação automática de faróis e park assist;
*Motor T270 1.3 16V turbo com tração 4×2 e Jeep TractionControl+ (sistema de controle de tração que atua em condições em que o veículo tenha piso de baixa aderência com o solo em uma das rodas);
*Com motor a diesel TD380 oferece o modo 4×4 Low e o seletor de terrenos com os programas Sand/Mud, Snow e Auto, além do Hill Descent Control;*Além dos itens da Limited TD380, a Overland traz ainda as molduras inferiores na mesma cor do veículo e o sistema Jeep Off-Road Pages (informações como grau de inclinação vertical e lateral, sistema de tração selecionado e status do bloqueio de diferencial);
*Não há opcionais;
*Garantia de três anos, com revisões a cada 12.000 quilômetros ou um ano para as versões turbo flex 4×2 e de 20.000 quilômetros ou um ano para as versões turbo Diesel 4×4.