Conheça as seis gerações do VW Polo

Nascido como a versão Volks de um carro da Audi, o compacto já soma mais de 40 anos de mercado

1ª geração: 1975 — 1981

A primeira geração do hatch compacto era basicamente uma versão mais acessível e com logo Volkswagen do Audi 50, primeiro carro compacto da marca premium do Grupo Volkswagen e que competia com modelos como o Ford Fiesta e o Fiat 127. Disponível nas carroceria hatch de três portas e sedã (com o nome de Volkswagen Derby), a gama de propulsores deste Polo incluía motores 0.9, 1.0 e 1.3, com potências entre 35 e 60 cv.

2ª geração: 1981 — 1994

Já que o Audi 50 morreu sem deixar um sucessor, foi a vez do compacto da Volkswagen assumir uma personalidade própria. A linha ganhou a adição de uma estranha perua e o sedã passou a se chamar Polo Classic. Um dos destaques desta geração era a versão esportiva G40 (primeiro carro da galeria), equipada com um motor 1.3 com compressor volumétrico, que desenvolvia 115 cv.

3ª geração: 1994 — 2003

Esta foi a primeira geração do Polo a ser oferecida no mercado brasileiro. Entre 1996 e 2002, a Volkswagen comercializou a variação sedã (Polo Classic) do modelo, que era importado da Argentina. Isso sem contar os espanhóis Seat Ibiza e Cordoba, que também eram baseados neste Polo de terceira geração.

4ª geração: 2002 — 2009 (Europa) e 2002 — 2014 (Brasil)

O primeiro Polo fabricado no Brasil foi uma revolução para a empresa. Trouxe tecnologias como a carroceria com soldas a laser e a avançada plataforma PQ24, que serviria de base para os modelos da linha Fox e a família Gol, que utiliza a plataforma PQ24 com componentes da mais atual PQ25.

5ª geração (2009 — 2017)

Esta geração do Polo foi fabricada na Europa e também em países emergentes, como a África do Sul e a Índia. Mas ficou de fora do mercado brasileiro, deixando espaço para que o Fox assumisse o posto de hatch compacto mais sofisticado da Volkswagen.

6ª geração (2017 — )

Lançada quase simultaneamente na Europa e no Brasil, o modelo tem linhas multi similares às do antecessor. Mas é construído sobre a plataforma modular MQB e traz equipamentos inéditos para um carro brasileiro, como o painel digital configurável e o sistema de limpeza automática dos discos de freio.