Conheça o Century, o sedã imperial da Toyota

Com prestígio de Rolls-Royce e usado pela família imperial, modelo praticamente desconhecido fora do Japão acaba de estrear a terceira geração

4329

Praticamente desconhecido fora do Japão, o Toyota Century é o maior e mais caro sedã da marca e tem no país asiático um prestígio semelhante ao de modelos como o Mercedes-Benz Classe S e Rolls-Royce Phantom. Tanto que serviu de base para as limusines da família imperial japonesa. E o sedã acaba de estrear em Tóquio a sua terceira geração em 50 anos.

Fiel às tradições e com estilo para lá de conservador, o modelo é marcado pelo longo ciclo de vida de suas gerações. A primeira foi produzida entre 1967 e 1997. Já o Century de segunda geração, lançado em 1997, foi produzido até fevereiro deste ano.

Com 5,335 m de comprimento, 1,930 m de largura, 1,505 m de altura e entre-eixos de 3,090 m, o novo Century cresceu em todas as medidas, mas manteve o desenho característico do modelo. E pela primeira vez incorpora tecnologias como o conjunto motriz híbrido (composto por um motor 5.0 V8 e outro elétrico) e uma tela LCD que permite aos passageiros do banco traseiro comandar os ajustes dos bancos, sistema de som (com 20 alto-falantes) e ar-condicionado. A lista de equipamentos do Century inclui ainda assentos forrados em lã ou couro, com função massagem e apoios para os pés ajustáveis para os passageiros do banco de trás.

blog comments powered by Disqus