Conheça o Opel Olympia, o ancestral olímpico do Chevrolet Opala

O Olympia foi lançado em 1935 e o seu nome fazia uma alusão à Olimpíada de Berlim, que aconteceria no ano seguinte

0
1291
Opel Olympia
Opel Olympia (1935-1937)

Você já deve estar cansado de ouvir que o Chevrolet Opala era uma variação brasileira do alemão Opel Rekord C. Mas você sabia que o modelo clássico produzido no Brasil entre 1968 e 1992 teve como ancestral um carro inspirado pelo espírito dos Jogos Olímpicos?

+ Um Opala injetado de fábrica? Conheça o Opel Commodore GS/E
+ Clássico da Opel dos anos 1970 vira carro elétrico recheado com tecnologias atuais
+ Chevrolet terá 4 lançamentos no Brasil até o fim do ano
+ Etanol vs. gasolina: veja como fazer o cálculo exato para cada modelo de carro


O Opel Olympia foi lançado em 1935 e o seu nome fazia uma alusão à Olimpíada de Berlim, que aconteceria no ano seguinte. Avançado para a época, foi o primeiro carro alemão a trocar o chassi convencional por um carroceria do tipo monobloco. E o único da marca a não usar um nome inspirado em temas militares.

Em sua primeira geração, fabricada até 1937, usava um motor 1.3 de quatro cilindros e refrigeração a líquido, posicionado na dianteira e que desenvolvia 24 cv. Atualizado no ano seguinte, ganhou um motor 1.5 de 37 cv. Com a produção interrompida pela Segunda Guerra Mundial, voltou a ser produzido em 1947, seguindo em linha até 1953.

O nome do carro olímpico voltou a ser utilizado outras vezes na linha Opel, em modelos como o Opel Olympia Rekord (o sucessor do Olympia original) e também em uma variação de luxo do Kadett dos anos 1960. Em 1968, o Opel Rekord C foi vendido no México com o nome de Opel Olimpico, numa alusão à Olimpíada que aconteceu naquele ano no país.

Mais na Motor Show

+ Hyundai libera imagens oficiais do novo Creta 2022
+ Rali de carros antigos irá reunir 25 clássicos em viagem de 1.200 km
+ Renovação da CNH pode ser feita por meio dos canais digitais do Poupatempo
+ Avaliação: Audi RS 4 Avant descarrega 450 cv de potência e muito equilíbrio
+ Uber cobra o equivalente a R$ 2.300 por corrida de 2,8 km; entenda
+ Novo Porsche Macan estreia no Brasil a partir de R$ 415.000