Contato

“Quero agradecer à Revista pela informação da vinda do Golf VII ao Brasil. Acabou a grande dúvida a respeito do futuro desse modelo. Parabéns à MOTOR SHOW pelo excelente serviço prestado ao leitor e aos admiradores do VW”

@ Luiz Eduardo de Lemos

Cadeirinha de bebê

Ainda estou com uma dúvida a respeito das cadeirinhas. Tenho um filho de cinco anos e tenho a cadeirinha nova para cinto de três pontos, mas o meu Gol 1995 só tem cintos de segurança de dois pontos atrás. Como devo transportar essa criança dentro da nova lei?

@ André Schwengber

Neste caso, como não há cinto de três pontos no banco traseiro, a criança deve ser transportada no banco da frente com o assento de retenção apropriado.

 

Leitor se diz indignado com o sucesso do Chevrolet Classic

Protesto do leitor

Quero comentar a minha decepção ao ver que o Chevrolet Classic 2011 vem alcançando números consideráveis de venda. É um absurdo um carro – que não muda sua estrutura básica e seu interior desde o lançamento – atingir um sucesso desse tamanho.

O pior é que o brasileiro compra automóveis como esse. E é exatamente por isso que algumas montadoras não se preocupam em ter um mínimo de critério na hora de oferecer seus veículos ao mercado. Mas, em um país no qual a Volkswagen vende o Golf IV “maquiado” a preço de Golf VI europeu, isso acaba sendo uma coisa banal…

Se os brasileiros não começarem a exigir um pouco mais e repudiar esse tipo de estratégia, nossa situação como consumidores desprestigiados vai continuar assim: as montadoras vendendo dinossauros, “mas que cumprem sua proposta básica”.

Então que venham os carros orientais, com ótimo custo/benefício. Pelo que parece, alguns deles já possuem qualidade até superior à de muitos modelos nacionais mais tradicionais.

@ Eduardo F. Dias de Souza

O Volkswagen Bora ganhou motor flexível somente em 2009

Meu carro é flex?

Sou proprietário de um Volkswagen Bora 2008/2008 com câmbio automático. Consultando a tabela Fipe, publicada pela revista MOTOR SHOW, li que existem modelos flex deste carro. Isso é verdade? Pela informação do manual, o meu é apenas a gasolina.

Vocês acreditam que seria possível abastecer este meu carro apenas com etanol?

@ Ismair Tiaraju Betiollo

O Volkswagen Bora com motor flexível foi lançado em 2009 e, portanto, o seu 2008 deve ser abastecido apenas com gasolina, como diz o manual. Para que seja possível abastecer seu veículo com etanol, de forma segura, você precisaria trocar a central eletrônica de comando do motor, a sonda lambda, os bicos injetores e rever a linha e a bomba de combustível. Contudo, esse serviço teria um custo muito mais alto do que trocar o seu carro por um modelo que já seja flexível de fábrica. Portanto, não vale a pena.

Bateria pequena

Li na edição de setembro a reclamação do leitor Douglas Ramos sobre seu CR-V, que teve a bateria descarregada em poucos minutos com o som ligado. Em minha família temos dois Honda Fit e um CRV, todos 2009/2010, e já tivemos o mesmo problema. Em um dos casos, tivemos, inclusive, que substituir a bateria. Fui informado na concessionária de que esses veículos possuem uma bateria pequena de 35A. Acredito ser um grande defeito da Honda.

@ Fernando Paschoalin

Quem polui menos?

Acho muito importante o selo MOTOR SHOW de emissão de CO2 e gostaria de parabenizar a revista pela iniciativa.

Devido ao excessivo deslocamento diário que tenho que fazer para ir e voltar do trabalho, optei por colocar em meu carro o sistema de GNV. Mas gostaria de saber qual dos combustíveis é menos agressivo ao meio ambiente: GNV, gasolina ou etanol?

@ Gabriel Costa

Segundo dados da Cetesb, um carro convertido para GNV emite menos CO2 por quilômetro rodado que a etanol e a gasolina. Além disso, como se trata de um gás, ele proporciona uma mistura mais homogênea com o ar atmosférico e isso resulta em uma queima mais completa, diminuindo o consumo e, consequentemente, a emissão de dióxido de carbono.

Em contrapartida, quando um carro é convertido para o gás natural, alguns poluentes podem aumentar de forma moderada, como os aldeídos (que podem provocar doenças respiratórias, como a asma), ou podem crescer absurdamente, como o HC e o NOx.

De qualquer forma, não podemos esquecer que o etanol é um combustível sustentável, pois quase todo o CO2 resultante de seu ciclo é consumido pela plantação de cana durante o seu crescimento, diferentemente do que ocorre com a gasolina e o Gás Natural Veicular, ambos derivados do petróleo, um combustível fóssil e finito.

Concessionária Renault não aceita Clio como pagamento

Motor barulhento

Tenho um Renault Clio 2003/2003 e gostei quando a Renault estendeu a garantia do Clio para três anos. Porém, falta um plano de pósvenda. Eu fui até a concessionária Renault para trocar meu carro e lá descobri que eles não aceitavam o meu Clio como parte do pagamento. Fiquei desacreditado, pois eles mesmos não querem comprar sua marca; só querem vendê-la.

@ Gabriel Manaia Gomes

“Quando o New Fiesta chegar definitivamente, além de ser muito admirado por sua beleza, será uma boa opção para quem quer um carro na faixa de R$ 50 mil. É um espetáculo de carro! Meus parabéns à Ford.”

@ Walter Franco Junior

Golf VII no Brasil

Quero parabenizá-los pela informação da vinda do Golf VII para o Brasil de forma simultânea com a Europa. Se esses planos se concretizarem, a Volks dará uma prova de que voltou a ter respeito pelo consumidor brasileiro. A concorrência terá que correr atrás.

@ Benício Couto

Erratas

– Na edição 330, na seção Carro Usado Carro Usado, o valor de R$ 63.514 corresponde ao modelo 2010 e o de R$ 58.950 ao modelo 2009.

– Ao contrário do publicado no comparativo “Brincando de esportivo” (ed.330), o Polo possui computador de bordo de série.

– Na avaliação do Chery Face (ed.330), o volume do portamalas (que nos foi informado pela assessoria de imprensa) está errado. O volume correto é 190 litros.

– Abaixo, a ficha técnica do novo Sportage, publicada com erro na edição 330.

 

O SELO MOTOR SHOW DE EMISSÃO DE CO2

A emissão de CO2 (dióxido de carbono) dos veículos avaliados por MOTOR SHOW é calculada com base no consumo dos carros e com dados sobre nosso combustível.

Quanto maior o consumo, maior a emissão do gás, responsável pelo aquecimento global. A cor do selo varia conforme as emissões do veículo, como mostra a tabela abaixo. Se a marca não divulga consumo, ganha selo vermelho.

ETANOL: CO2 = ZERO

Nos carros flex, rodar com etanol é benéfico para o meio ambiente. Além de a emissão de CO2 do motor ser mais baixa, ela é reabsorvida pelo cultivo da cana (e por isso a consideramos ZERO). E há mais uma vantagem: segundo estudos da Embrapa, se considerarmos todo o processo produtivo dos combustíveis, usar o etanol reduz em 73% as emissões de CO2 na comparação com o uso da gasolina.

O CONSUMO REAL

Em nossas fichas técnicas, mostramos dois dados de consumo. O primeiro é laboratorial e segue a norma NBR 7024. No segundo, consumo real, aplicamos redutores, os mesmos usados pelo Inmetro no Programa de Etiquetagem Veicular. Na cidade, reduzimos o número em 23%, e na estrada, em 29%. O valor obtido representa o consumo mais provável de ser alcançado por motoristas comuns, em condições não controladas.

 

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaEditorial