Contato

“Impressionante a reportagem sobre os crash tests dos carros nacionais. Fiquei chocado com os resultados”


@ Rodrigo de Almeida

“Finalmente, a Honda resolveu melhorar o seu SUV. o carrinho precisava mesmo de uma mudança em seu design já ultrapassado e de um motor mais empolgante. agora, sim, a compra do CR-V se justifi ca; não apenas pelo baixo preço, mas pela qualidade do produto”

@ Clayton dos Santos

“Parabéns à revista pela reportagem com o hatch Hb, que será produzido pela Hyundai no brasil. Pelo que pude perceber será um carrinho de entrada interessante”

@ Afonso Magalhães

Em prol de mais segurança

Parabéns pela matéria “Protegidos por quem?” da edição de janeiro. Há anos pesquisava os resultados dos carros no EuroNcaP. Está na hora de os brasileiros prestarem mais atenção aos crash tests.

@ Humberto Hepp

A vida em primeiro lugar

Sofri um acidente e o carro em que estava teve perda total. Em função da boa qualidade e estrutura do modelo, não tive nenhum ferimento. simplesmente deletei as quatro grandes marcas nacionais da minha lista de futuras aquisições, principalmente por causa do descaso e desrespeito pelos seus clientes após a compra. Percebi que as montadoras responderam de forma simplifi cada à matéria “Protegidos por quem?” (da última edição) e não demonstraram nenhum interesse em melhorar a sua imagem. Para mim, matérias muito benfeitas como essa são essenciais para formar a opinião dos consumidores. inclusive já convenci mais dois amigos a não comprar nenhum veículo nacional. @ Fábio Duarte

Consumo irreal

Por que as montadoras informam um consumo de combustível que não corresponde à realidade? Tenho uma ofi cina de injeção eletrônica e os meus clientes contam que nunca conseguiram obter os consumos da fi cha técnica. Então, porque informar algo de maneira irreal?

@ Jairo Osvaldo Auras

Jairo, não é exatamente irreal. A primeira coisa que precisa fi car clara é que é impossível fazer qualquer medição de consumo confi ável em ruas, pistas ou estradas, independentemente da qualidade do equipamento utilizado na medição ou da capacidade do piloto de teste. Isso, porque um teste, para ser cientifi camente confi ável, precisa oferecer a possibilidade de repetição. Ou seja, se você medir o consumo de um carro hoje, daqui a dois meses, o resultado tem que ser exatamente o mesmo. Sem uma metodologia e sem o controle do ambiente externo, isso fi ca impossível. Por isso, os números divulgados pelas montadoras são obtidos em testes de laboratório e seguem normas rigorosas. Eles servem apenas como parâmetro para se comparar o consumo de diferentes modelos. Por isso, em nossas fi chas, você tem a informação de consumo real. Esse, sim, próximo à realidade do dia a dia. Você pode ler mais sobre o assunto no site www.motorshow.com.br. Na edição 308, há uma grande reportagem sobre esse tema.

Esse não gostou

As mudanças do novo Honda New civic não agradaram a todos. além disso, achei o preço muito alto em relação aos concorrentes. Na minha opinião, existem concorrentes com o mesmo nível de conforto ou até melhor que o desse Honda por valores mais em conta. Para o modelo ter sucesso, será preciso mexer na fórmula.

@ Walter Franco Junior

Quando vem o 408 turbo?

Na edição 342 (setembro de 2011) vocês informaram que ainda em 2011 chegaria o novo câmbio automático de seis velocidades da Peugeot. Essa transmissão equiparia a versão do 408 turbo. Qual a previsão para esse lançamento?

@ Luiz Fernando da Silva

Nesta edição, o 408 com motor turbo e transmissão automática de seis velocidades já encara um comparativo ao lado do novo Civic e do Toyota Corolla, ainda líder isolado do segmento. Leia a partir da pág. 70.

Importado ou nacional

Já li em diversas publicações especializadas, inclusive na MOTOR SHOW, que o Brio seria o modelo nacional de R$ 30 mil que a Honda lançaria para concorrer com Toyota Etios e Hyundai HB. Mas, na última edição, vocês avaliaram o carro no Japão e disseram que ele será importado. Qual informação está correta?

@ José Ribeiro

O plano inicial era fabricar o carro aqui. O que, aliás, não está descartado. Mas, no Japão, apuramos que, depois de pesquisas, a Honda constatou que o modelo não seria bem-aceito no segmento de entrada. O mais provável é que ele venha importado, para brigar com o Fiat 500.

Já caiu no gosto

Gostaria de parabenizar a Ford pelo lançamento do Novo Ecosport. O modelo, pelo que vi na internet, ficou lindo e vai colocar a concorrência para escanteio.

@ Renato Lancaster

O Versa é um carro gastão?

Pretendo adquirir um Nissan Versa e gostaria de saber qual é o seu real consumo de combustível, na cidade. Além disso, qual a depreciação do modelo em relação aos concorrentes da Volks e Chevrolet?

@ Francisco José C. de Oliveira

O consumo real do Versa é de 6,9 km/l na cidade e de 9,2 km/l na estrada. Sobre a desvalorização, ainda é difícil fazer um cálculo, já que o carro é novo demais.

Novo Nissan Sentra

Sou assinante e quero parabenizar a equipe da revista MOTOR SHOW pelo trabalho. Para quando é aguardada a reestilização do Sentra?

@ Nereu Felipe Cavalcante

Não temos informações concretas sobre uma reestilização do Sentra. Mas ela não deve demorar muito, considerando que o modelo atual já está há um bom tempo no mercado.

Avaliação subjetiva

Sou simpatizante do off-road. Acho que vocês erraram ao indicar um avaliador para o Duster 4×4 que não curte e não entende do assunto. Ele se limitou a dizer que prefere o 4×2. Acho que ficaram nos devendo a avaliação.

@ Roberto José F. Ribeiro Junior

Roberto, o texto a que você se refere é da seção Dirigimos e, nela, os jornalistas utilizam o carro e devem dar sua opinião pessoal a respeito do modelo. A avaliação imparcial do Duster 4×4 já havia sido feita anteriormente, em seu lançamento, na edição 343.

Erratas

– Na edição passada, na reportagem sobre o novo CR-V 2012, a ficha técnica publicada estava incorreta. Seguem os dados certos do motor 2.4.

Honda CR-V EX-L

MOTOR quatro cilindros, 2,4 litros, 16V, duplo comando variável TRANSMISSÃO automática, cinco velocidades, tração integral DIMENSÕES comp.: 5,23 m – larg.: 1,87 m – alt.: 1,48 m ENTRE-EIXOS 2,618 m PORTA-MALAS 1.053 litros / 2.007 litros (com os bancos rebatidos) PNEUS 225/65 R17 PESO n/d • GASOLINA POTÊNCIA188 cv a 7.000 rpm TORQUE 22,5 kgfm a 4.400 rpm VELOCIDADE MÁXIMA não disponível 0 – 100 KM/H não disponível CONSUMO não disponível CONSUMO REAL cidade: 9,4 km/l – estrada: 13,2 km/l (consumo divulgado nos EUA).

O selo MOTOR SHOW de emissão de CO2

A emissão de CO2 (dióxido de carbono) dos veículos avaliados por MOTOR SHOW é calculada com base no consumo dos carros e os dados sobre nosso combustível. Quanto maior o consumo, maior a emissão do gás, responsável pelo aquecimento global. A cor do selo varia conforme as emissões do veículo, como mostra a tabela abaixo. Se a marca não divulga consumo, ganha selo vermelho.

0 (zero)

COM ÁLCOOL

até 120

BAIXÍSSIMA

121 a 140

MUITO BAIXA

141 A 160

BAIXA

161 A 180

MÉDIA

181 A 200

MÉDIA ALTA

201 A 220

ALTA

221 A 240

MUITO ALTA

acima de 240

ALTÍSIMA

ETANOL: CO2 = ZERO

Nos carros flex, rodar com etanol é benéfico para o meio ambiente. Além de a emissão de CO2 do motor ser mais baixa, ela é reabsorvida pelo cultivo da cana (e por isso a consideramos zero). E há mais uma vantagem: segundo estudos da Embrapa, se considerarmos todo o processo produtivo dos combustíveis, usar o etanol reduz em 73% as emissões de CO2 na comparação com o uso da gasolina.

O CONSUMO REAL

Em nossas fichas técnicas, mostramos dois dados de consumo. O primeiro é laboratorial e segue a norma NBR 7024. No segundo, consumo real, aplicamos redutores, os mesmos usados pelo Inmetro no Programa de Etiquetagem Veicular. Na cidade, reduzimos o número em 23%; na estrada, em 29%. O valor obtido representa o consumo mais provável de ser alcançado por motoristas comuns, em condições não controladas.

PERGUNTAS E SUGESTÕES DEVEM SER ENVIADAS PARA:

Redação MOTOR SHOW Rua William Speers, 1.088, sala 31, Lapa – São Paulo (SP) – CEP 05067-900 Fax (0xx11) 3618-4324. e-mail: leitor@motorshow.com.br Todas as cartas e e-mails devem conter nome completo, endereço e/ou telefone para contato.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaContato