Contato


“O Audi Q3 é um belo carro; seu problema se chama Range Rover Evoque. Não tem nem comparação!”

@ Ivan Souza Almeida

“Tomara que a Honda leve adiante os planos de vender o Civic Hatch aqui no Brasil. Desde sua primeira geração ele tem o design ainda mais ousado que o do sedã. Sem dúvida é muito mais bonito e esportivo que Hyundai i30, Ford Focus e Fiat Bravo”

@ Márcio Santana

“Finalmente o EcoSport vai ganhar uma atualização no design, mas pena que a Ford vá demorar para começar a vendê-lo. Hoje, o Duster é uma opção mais atraente”

@ Carlos Alberto Silva

Nova S10

Já comecei a ver notícias sobre a nova S10 na internet. O carro já foi lançado? Está mesmo à venda?

@ Frederico Lousa

Sim, ela já foi apresentada à imprensa e você confere os detalhes da nova picape nesta edição, na página 36. Além dela, avaliamos também a nova Nissan Frontier, mostrada a partir da página 40.

Revisões do Civic

Na edição passada, vocês publicaram que o Honda Civic passou a ter revisões a cada seis meses. Sou proprietário de um modelo 2012 e fui às concessionárias conferir essa informação. Realmente procede, mas é válida para os veículos utilizados para ns comerciais ou que trafeguem por vias empoeiradas. Essa revisão de seis meses ou 10 mil km não é obrigatória.

@ Homero Domingues

Realmente você está certo, Homero. Normalmente consultamos as concessionárias, como um consumidor comum, mas, como se tratava de um lançamento muito recente, elas ainda não tinham certeza sobre o calendário de revisões. Por isso procuramos a própria Honda, que nos deu a informação errada.

Um erro

Na matéria “A Surpresa da Honda”, da edição de fevereiro de 2012, saiu publicado que a fábrica da marca está instalada na cidade de Indaiatuba (SP). Porém, ela ca na vizinha Sumaré (SP).

@ Márcio José Zangirolami

Você tem razão. A fábrica da Honda fica em Sumaré. Em Indaiatuba é o centro de desenvolvimento tecnológico da montadora, onde são apresentados os carros à imprensa. Foi isso que gerou a confusão.

Consumo real

Parabéns pela explicação feita nesta seção, na edição passada, sobre o consumo real e o consumo publicado pelas montadoras. Os consumidores não têm acesso a essas informações e é muito bom saber que existe uma metodologia.

@ Fernando Tavares da Silva

Pedestre

Recebi duas multas por não dar preferência ao pedestre. Mas não entendi o que estou fazendo de errado. Sempre freio nas esquinas, nunca paro sobre a faixa e, nos semáforos, só passo se estiver vermelho para os pedestres e verde para mim. Existe alguma chance de essas multas serem incorretas?

@ Gabriel Freitas

Gabriel, mesmo que o farol esteja verde para você e vermelho para os pedestres, se eles já tiverem iniciado a travessia (ou seja, colocado o pé na rua), a preferência é deles. Fique atento. Você não é o único que está recebendo multas por esse motivo. Toda nova regra gera dúvidas, isso é normal! Você pode tentar um recurso, mas di cilmente será favorecido.

Hilux

Quando chegará a Toyota Hilux com transmissão de seis marchas, computador de bordo e sistema GPS? Penso em adquirir o modelo com esses equipamentos.

@ Daniel Anastácio

A versão 2012 da Hilux já foi lançada, no m do ano passado, sem nenhum dos equipamentos que você citou. Ainda este ano, o modelo receberá mais mudanças, pois terá que apresentar um novo motor a diesel, adequado à legislação de emissão que entra em vigor nos próximos meses. Com a concorrência aumentando, pode ser que, nesse momento, a marca faça ajustes nos catálogos e passe a oferecer mais itens. Se isso não ocorrer, você terá que esperar a próxima geração do modelo, que chega daqui a cerca de dois anos.

 

Grand Tour x Corolla

Estou pensando em trocar de carro e gostaria de gastar até R$ 50 mil. Estou com a ideia de adquirir um Renault Grand Tour ou um Toyota Corolla 2009/2010. Esses modelos seriam uma boa compra?

@ André Correia de Abreu

Os dois modelos são interessantes, com bom custo/benefício, mas bem diferentes. O Toyota que você pensa em adquirir é um sedã, tem motor maior (1.8 contra 1.6 do Renault), é líder em seu segmento, tem uma revenda fácil e baixa desvalorização. Mas é usado e, provavelmente, já tem alguns milhares de quilômetros rodados. Já a Grand Tour é a station da moda, justamente pelo seu ótimo custo-benefício. Tem boa dinâmica, amplo porta-malas e é zero-quilômetro. Por outro lado, tem o design já ultrapassado do antigo Mégane que foi substituído pelo Fluence. Se você não se importar com isso, pode sim valer a pena.

Novo Jeep Compass

Não consigo entender por que a Jeep decidiu lançar o Compass com tração apenas dianteira. Uma marca que é tão conhecida por carros que enfrentam qualquer terreno sem problemas não deveria apostar em carro que pode atolar na primeira poça de lama.

@ Murilo Silveira

Quando o consumidor quer, ca difícil dizer não. Até a Land Rover está vendendo, na Europa, uma versão 4×2 do Range Rover Evoque. É a onda dos aventureiros urbanos.

Comparativo de sedãs

Parabéns pelo comparativo do novo Peugeot 408 THP contra Civic e Corolla. É bom ver que há alternativas interessantes aos dois “queridinhos” do mercado de sedãs médios. Acho que já passou da hora de o consumidor brasileiro ver que as marcas japonesas cobram caro pela fama que zeram. Espero que a concorrência melhore e que novos modelos, como o Peugeot, ajudem o consumidor a diversi car suas escolhas. Quais outros sedãs vocês sugerem?

@ Daniel Rocha

Daniel, em primeiro lugar, obrigado pelo elogio. O mercado mostra que o consumidor tem migrado para produtos diferentes quando eles se mostram interessantes. E o 408 não é mesmo a única boa alternativa a eles. Volkswagen Jetta, Chevrolet Cruze e Renault Fluence são outros exemplos de modelos que não cam devendo aos sedãs japoneses.

O ataque dos hackers

Assustadora a reportagem sobre os hackers que atacam os carros. Como se já não bastasse termos que car neuróticos ao usar computadores, agora temos que car com medo de aproveitar as novidades tecnológicas também em nossos carros.

@ Antonio Carlos Silva

Bela história

Excelente o depoimento sobre Sergio Scaglietti (ed. 347, fev.12): a história de um homem de origem humilde que se transformou em um dos maiores designers da história. Vocês estão de parabéns.

@ Walter Franco Jr.

O SELO MOTOR SHOW DE EMISSÃO DE CO2

A emissão de CO2 (dióxido de carbono) dos veículos avaliados por MOTOR SHOW é calculada com base no consumo dos carros e os dados sobre nosso combustível. Quanto maior o consumo, maior a emissão do gás, responsável pelo aquecimento global. A cor do selo varia conforme as emissões do veículo, como mostra a tabela abaixo. Se a marca não divulga consumo, ganha selo vermelho.

 

ETANOL: CO2 = ZERO

Nos carros ex, rodar com etanol é bené co para o meio ambiente. Além de a emissão de CO2 do motor ser mais baixa, ela é reabsorvida pelo cultivo da cana (e por isso a consideramos zero). E há mais uma vantagem: segundo estudos da Embrapa, se considerarmos todo o processo produtivo dos combustíveis, usar o etanol reduz em 73% as emissões de CO2 na comparação com o uso da gasolina.

O CONSUMO REAL

Em nossas fichas técnicas, mostramos dois dados de consumo. O primeiro é laboratorial e segue a norma NBR 7024. No segundo, consumo real, aplicamos redutores, os mesmos usados pelo Inmetro no Programa de Etiquetagem Veicular. Na cidade, reduzimos o número em 23%; na estrada, em 29%. O valor obtido representa o consumo mais provável de ser alcançado por motoristas comuns, em condições não controladas.

PERGUNTAS E SUGESTÕES DEVEM SER ENVIADAS PARA:

Redação MOTOR SHOW

Rua William Speers, 1.088, sala 31,

Lapa – São Paulo (SP) – CEP 05067-900

Fax (0xx11) 3618-4324.

e-mail: leitor@motorshow.com.br

Todas as cartas e e-mails devem conter nome completo, endereço e/ou telefone para contato.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorAcelerem os motores
Próxima notíciaContato