Contato

Gostaria de parabenizar a MOTOR SHOW pelo trabalho de reportagem com o Novo Ka. Acompanho essa caçada desde que a Revista publicou as primeiras imagens do modelo em 2005. E o carro lançado em dezembro ficou exatamente como vocês mostraram antes. Parabéns!

@ Cláudio Veloso

Blindado fragilizado

Na matéria “Cuidado com o Usado Blindado”, da edição 197, foi repetido diversas vezes que, se não fossem tomados alguns cuidados, os vidros poderiam quebrar. Na minha concepção, por ser mais resistente, o vidro blindado seria sempre mais difícil de quebrar, independentemente da condição. Gostaria de saber o porquê dessa fragilidade, caso não sejam tomados os devidos cuidados citados na matéria.

@ Guinter Morello Feyerherd

O vidro blindado é mesmo muito resistente em casos de perfurações, porém ele é dimensionado para ficar encaixado dentro da estrutura da porta. Quando está mal fixado, como é uma peça muito pesada, pode apresentar muitas trepidações e chegar a quebrar.

Punto fraquinho

Andei no Punto 1.4 e rapidamente percebi que seu motor poderia ser mais esperto. Acredito que um carro desse porte deveria ter um motor maior. O propulsor 1.6 lhe cairia muito bem. De resto, gostei muito do novo carro.

@ Newton P. M. Pinheiro

Proprietário reclama da falta de alguns equipamentos no Eco

Faltas do EcoSport

Comprei um EcoSport automático 2008. O carro é bem bonito, mas bebe demais. O meu faz 5,3 km/l, além disso tem outros detalhes que fazem falta em um automático, como o indicador de marcha no painel e o apoio para o pé esquerdo no assoalho. Na minha opinião, a Ford poderia ter investido mais nesse carro.

@ Eduardo Dib Abud.

Leitor não consegue o New Beetle no valor sugerido pela Volks

Ágio no New Beetle

Sou apaixonado pelo New Beetle e já estou procurando comprar um há quase dois meses, mas só encontro o modelo pelo preço absurdo de R$ 74.000. Gostaria muito de comprá-lo pelo valor de R$ 59.590, que foi publicado por MOTOR SHOW. Desanima o fato de ter que desembolsar 20% a mais que o preço sugerido pela VW.

@ Evandro Carlos

Como são importadas poucas unidades desse modelo no Brasil, as filas de espera são grandes. Aí entra a lei da oferta e da procura, que é mais forte do que qualquer tabela de valor sugerido. Um produto muito disputado, acaba sendo valorizado e as montadoras cobram mais caro por ele.

Consumo de óleo

Tenho um Vectra GLS 2.2, ano 1998, com 115 mil km rodados. O que acho estranho no carro é que ele está consumindo muito óleo do motor, porém não há indícios de vazamento. Com menos de 4.000 km rodados depois da troca de óleo, tive que completar três litros no reservatório. Já perguntei a um mecânico, mas ele não soube me responder o que acontece, afirmando ser normal esse consumo elevado. Será mesmo verdade? Como posso descobrir?

@ Luciano Araújo

Alguns modelos de motor, especialmente de biela curta, consomem até um litro de óleo a cada 1.000 km. Consulte o manual do seu veículo e veja se esse consumo está previsto. Pode mesmo ser uma característica do motor do seu carro.

” Incrível o novo Audi A4 mostrado na edição passada. Não vejo a hora de vê-lo de perto”

@ Daniel Rocha

Câmbio lançado no Meriva deve aparecer em outros modelos

Meriva Easytronic

Muito interessante a Meriva com câmbio Easytronic. Gostaria muito de adquirir um veículo equipado com essa transmissão. Será que a GM irá estender esse opcional para outros modelos? E as demais montadoras também oferecerão essa transmissão?

@ Gutemberg de Carvalho

A GM tem sim intenção de estender essa tecnologia para outros modelos de cilindrada abaixo de dois litros. Para os modelos com motores maiores, a opção continuará sendo pelo câmbio automático. Quanto às demais marcas, tudo indica que o câmbio automatizado, devido aos custos, será uma opção para os modelos mais em conta que ainda não possuem versões automáticas. Nessa edição, você pode conferir o lançamento do Stilo também equipado com o câmbio automatizado.

Caixinha Mágica

Na edição 297, na reportagem “Caixinha Mágica”, ficou bem claro que ela melhora o desempenho do carro com combustível de procedência. Mas e no caso de gasolina adulterada? Será que com o uso do equipamento os danos aumentam?

@ Ramón Alves

A caixinha torna o motor mais sensível ao combustível usado, mas isso não quer dizer que colocando combustível de má qualidade o propulsor será danificado. A única coisa que acontece é a perda maior de potência. Assim como com a gasolina boa existe um ganho de potência. Em poucas palavras, significa que o motor fica mais afinado às condições a que está submetido, tenham elas potencial para melhorar ou piorar o desempenho.

Quero pneus novos

Estou louco para trocar as rodas do meu Astra Sedan. Elas são 195/65 15 R 91 R. Segundo o manual, a especificação pode ser 195/60 R15 com opcional de 205/55 R16. Mas eu quero trocar por uma roda 17″. Teria que mudar o pneu? Qual o tamanho e a largura? O rolamento também mudaria?

@ Renato Cavalcante

Garantindo que a nova roda tenha o mesmo offset da roda que está sendo retirada, pode-se utilizar um conjunto na medida 215/45 R17 sem maiores adaptações.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMil Milhas
Próxima notíciaFamília feliz