Cowboys do asfalto

PREÇO DAS PEÇAS

*Os preços podem apresentar variações, dependendo da concessionária.

No ano passado, colocamos frente a frente Renault Sandero Stepway e VW CrossFox. Agora, os dois cowboys que gostam de encarar uma estradinha de terra (bem) batida, mas que nunca foram chegados ao trabalho pesado no barro assumiram de vez a vocação para encarar buracos e valetas nas cidades. Em versões sem o pedal da embreagem, mais práticas no anda e para dos centros urbanos, é hora de se enfrentarem novamente.

Desde o confronto passado, pouco mudou além do câmbio. Então, muito do que vimos lá se repete – a começar pelo preço mais alto do Volks. Enquanto o CrossFox I-Motion parte de R$ 53.880, o rival começa em R$ 49.990. E a situação do Stepway melhora quando equiparamos os equipamentos. Para deixar o CrossFox em “pé de igualdade”, seu valor sobe para R$ 59.610. Já o Sandero, com todos os opcionais (airbags, ABS e couro) custa R$ 51.390.

Na disputa anterior, equilibrada, os dois agradaram visualmente, e os motores 1.6 tinham potência quase igual, garantindo desempenhos muito semelhantes: o motor 8V do VW melhor em baixas rotações, o 16V do Renault, em altas. Até aí, hoje tudo segue igual.

Como antes, Sandero Stepway leva vantagem principalmente pelo preço bem inferior e o seguro mais barato, mas também agrada com o maior espaço interno, o porta-malas mais generoso e a garantia mais longa. Ainda leva vantagem por exigir revisões menos frequentes. Já o CrossFox dá o troco com a rede de concessionárias maior, o menor custo de manutenção, com peças e revisões mais baratas, e o acabamento mais refinado. Além disso, tem posição de dirigir melhor, graças ao ajuste de profundidade do volante (no rival só há acerto de altura), e uma direção mais leve no uso urbano.

Mas se as maiores novidades estão nas transmissões, vamos falar delas. Para quem ainda estava em dúvida, elas podem definir a compra. A princípio, pode-se dizer que a situação do CrossFox, nesse quesito, piora. Enquanto o Stepway tem uma caixa automática tradicional, com conversor de torque, ele tem uma automatizada, com embreagem de acionamento eletro-hidráulico. E, ao menos em teoria, um automático é melhor. Claro que não estou falando dos automatizados de dupla embreagem – da própria Volks e da Porsche, por exemplo — ou de sistemas multidiscos como o MCT da Mercedes, mas de câmbios com embreagem simples, desenvolvidos como uma opção mais barata aos automáticos.

O CROSSFOX TEM MELHOR COMPORTAMENTO DINÂMICO E ACABAMENTO, ENQUANTO O STEPWAY OFERECE MAIS ESPAÇO E PREÇO BEM MAIS ATRAENTE

Renault Sandero Stepway Automático

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,6 litro, 16V TRANSMISSÃO automática, quatro marchas, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,09 m – larg.: 1,75 m – alt.: 1,64 m ENTRE-EIXOS 2,588 m PORTA-MALAS 320 litros PNEUS 195/60 R16 pESo 1.172 kg ● GASOLINA POTÊNCIA 107 cv a 5.750 rpm TORQUE 15,1 kgfm a 3.750 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 169 km/h 0 – 100 KM/H 11,9 segundos CONSUMO não disponível CONSUMO REAL não disponível ● ETANOL POTÊNCIA 112 cv a 5.750 rpm TORQUE 15,5 kgfm a 3.750 rpm VELOCIDADE MÁXIMA171 km/h 0 – 100 KM/H 11,7 segundos CONSUMO não disponível CONSUMO REAL não disponível

 

VW CrossFox I-Motion

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,6 litro, 8V TRANSMISSÃO manual automatizada, cinco marchas, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,03 m – larg.: 1,68 m – alt.: 1,60 m ENTRE-EIXOS 2,467 m PORTA-MALAS 260 a 353 litros (banco corrediço) PNEUS 205/60 R15 PESO 1.158 kg ● GASOLINA POTÊNCIA 101 cv a 5.250 rpm TORQUE 15,4 kgfm a 2.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 171 km/h 0 – 100 KM/H 12 segundos CONSUMO cidade: 11,6 km/l – estrada: 15,4 km/l CONSUMO REAL cidade: 9,1 km/l – estrada: 11 km/l ● ETANOL POTÊNCIA 104 cv a 5.250 rpm TORQUE 15,6 kgfm a 2.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 173 km/h 0 – 100 KM/H 11,7 segundos CONSUMO cidade: 8 km/l – estrada: 10,4 km/l CONSUMO REAL cidade: 6,4 km/l – estrada: 7,5 km/l

TABELA DE EQUIPAMENTOS*

S= Item de série / N= Item não disponível / O= Item opcional *Alguns opcionais são vendidos em pacotes.

Na prática, porém, a coisa não é tão melhor para o Stepway. É verdade que nele as trocas de marcha são mais suaves, sem os incômodos trancos do CrossFox, mas o Stepway tem só quatro marchas – e uma quinta faz falta na estrada. Para manter 120 km/h, ainda mais em aclives, são recorrentes as reduções para terceira, fazendo o motor girar alto e seu ruído invadir a cabine. E o consumo é alto. A caixa é boa, o escalonamento, adequado, mas há uma limitação natural que não se pode transpor.

No CrossFox, com câmbio manual automatizado de cinco marchas, a situação na estrada fica melhor, com consumo mais contido e menos ruído, graças também ao melhor isolamento acústico. E, como as trocas de marcha são mais raras, você não vai se incomodar com os “erros” e hesitações do sistema. Uma característica que irrita um pouco na cidade. Para evitálos, dá para optar pelas trocas na alavanca ou nas borboletas. O Sandero também permite trocas manuais, só na alavanca. Mas nesse caso, servem mais como uma opção de direção.

O câmbio automatizado do Volks é o melhor do mercado atualmente. Garante um consumo baixo, mas perde se comparado a um automático. As trocas manuais diminuem os trancos

O Stepway tem uma caixa automática convencional eficiente, mas limitada, com apenas quatro marchas. Na cidade vai bem, mas, na estrada o carro fica mais ruidoso

Para comprar a borboleta de trocas, que é opcional, você precisa levar outro: o volante multifunção

Interessante no Renault é o “modo neve” do câmbio. Em um aventureiro urbano a função é útil. Isso porque neve e lama, para o carro, significam a mesma coisa: um piso escorregadio. O importante é garantir a aderência e evitar que as rodas patinem. E é exatamente isso que ele faz quando essa tecla é ativada.

Conclusão: o eficiente automatizado do CrossFox (o melhor do mercado) é quase tão bom quanto o razoável automático do Stepway. Há uma pequena vantagem para o Renault, mas, com boa vontade do motorista, o I-Motion também vai muito bem. Os desempenhos acabam sendo praticamente idênticos, mas o Volks gasta menos e tem acabamento e dinâmica mais refinados. Financeiramente, o Stepway é mais barato e mais equipado. E, além de tudo, mais espaçoso. No fim, é uma questão de prioridades.

*Os preços podem variar dependendo da concessionária (o valor mostrado é a média das consultadas). Seguros cotados pela D&G Corretora (11) 3985-3118 junto à Porto Seguro.

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga