Criadora da saga Matrix xinga Elon Musk e brasileiro

0
228
Com fortuna de quase US$ 85 bilhões, Elon Musk é o quarto mais rico do mundo
Com fortuna de quase US$ 85 bilhões, Elon Musk é o quarto mais rico do mundo

A cineasta Lilly Wachowski, que criou com sua irmã Lana a saga de Matrix, usou sua conta no Twitter para xingar o CEO da Tesla Elon Musk e o ministro da Educação do Brasil Abraham Weintraub. A reação da diretora veio após ambos usarem uma cena do primeiro filme para defender o fim do isolamento social e fim da quarentena contra a pandemia do novo coronavírus.

+ Lego lança miniatura de Fiat imortalizado em filme
+ Nasce o filho de Elon Musk e ele se chama X Æ A-12
+ Do DeLorean ao Pontiac Aztek: os carros salvos pelo cinema


A cena em questão é a que o protagonista Neo deve escolher entre tomar a pílula azul, para voltar a viver na realidade virtual criada pelas máquinas; ou a pílula vermelha, com a qual ele despertaria do “coma” em que vivia. Tanto Musk, quanto Weintraub usaram a cena dizendo que as pessoas precisavam tomar a pílula vermelha, como se a pandemia fosse apenas uma ilusão.

A resposta de Wachowski ao ministro do governo Bolsonaro foi um curto “Vá se foder” na ocasião do post em 3 de maio. Agora, os alvos dos xingamentos da mãe da saga Matrix foram Elon Musk e a conselheira da Casa Branca (e filha do presidente Donald Trump) Ivanka Trump serem  Após tuitar a mensagem “Tomem a pílula vermelha”, e Ivanka responder “Tomada”, a cineasta disparou novamente: “Vão se foder os dois”.