Crossover de verdade

O sucesso do 3008 mundo afora inspirou a Peugeot. Com a aprovação dada pelo consumidor ao crossover, a marca decidiu se arriscar ainda mais e criar uma versão menor de seu bem-sucedido produto – desta vez baseada no compacto 208, que já começou a ser produzido na unidade da marca em Porto Real (RJ). Assim como o hatch que lhe dá origem, o novo modelo também tem como destaque a posição de dirigir diferenciada e um habitáculo acolhedor, com teto panorâmico de vidro e espaço interno privilegiado. Aqui, no entanto, a versatilidade foi uma premissa, já que o carro – que será lançado este mês no Salão de Genebra (Suiça) – se propõe a um uso misto. Segundo a marca, uma associação de prazer de dirigir, robustez de um off-road e interior digno de minivan. Será mesmo esse o resultado?

A carroceria tem 4,16 metros de comprimento, apenas um pouco menor que a do Ford EcoSport, por exemplo. Já os 2,54 metros de distância entre-eixos devem garantir bom espaço para os ocupantes. Aliás, se a mágica de aproveitamento de espaço vista no 208 for repetida aqui, a comodidade, tanto para quem vai na frente quanto para as pernas dos passageiros no banco traseiro, deve impressionar. A distância do solo de 16 cm, no entanto, não é enorme, mas suficiente. No modelo nacional, deve crescer um pouco, principalmente por conta da adaptação da suspensão (com esquema MacPherson à dianteira e braço de torção na traseira) e dos pneus à nossa realidade.

Apesar de ter tração 4×2, o 208 tem potencial para aventuras leves graças ao sistema Grip Control, que age sobre as rodas dianteiras e melhora a tração em terrenos de baixa aderência. Não dá para encarar o off-road, mas já é uma valorosa ajuda na travessia de trechos enlameados. O motorista pode selecionar a utilização para cada tipo de terreno, entre normal, neve, todo-terreno (age como um diferencial de deslizamento limitado, transferindo o torque para as rodas com aderência e permitindo a partida em terrenos enlameados), areia (mantém a derrapagem simultaneamente na duas rodas dianteiras, diminuindo o risco de o carro atolar) e ESP desligado.

Para quem gosta de viajar, o bagageiro de 360 litros pode ser aumentado rebatendo os bancos traseiros escamoteáveis por meio de um botão. Dessa forma, além de ampliar sua capacidade de carga, o 2008 transporta objetos maiores sem problema. O assoalho fica a 60 cm do solo, o que facilita o carregamento do porta-malas, e uma passagem interna permite acesso às bagagens mesmo com o carro em movimento. Internamente, há porta-objetos por todos os lados, que acomodam 24 litros de miudezas, como carteira, celular, chave e outros itens.

O carro oferece uma posição diferenciada para o motorista – o que, como no 208, é uma das principais características do modelo e torna seu uso urbano mais prazeroso. O volante, com dimensões menores que as convencionais, fica um pouco mais baixo do que o normal. Você precisa se posicionar de forma a enxergar o painel sobre o volante e não através dele, por entre o raio superior. De início, a sensação de guiar com o volante quase no colo pode causar estranheza, mas, depois de pouco tempo, você já estará adaptado – e, muito provavelmente, feliz. Essa posição dá uma sensação maior de esportividade e controle do carro, além de deixar a visualização dos instrumentos mais clara. As suspensões devem se manter mais para firmes do que para macias, assim como no 208, o que é uma característica da marca.

A oferta de equipamentos certamente não será tão vasta aqui no Brasil quanto na Europa. Lá, o carro chega com acesso à internet e sistema Park Assist que coloca e retira o carro da vaga de estacionamento praticamente sozinho. A gama de motores também se restringirá bem em comparação com o modelo francês: no Brasil, espera-se a adoção do motor 1.5 de 93 cv, o mesmo do Citroën C3, e do 1.6 de 122 cv já utilizado no 308.

Nos próximos dois anos, veremos nascer uma nova safra de crossovers e jipes urbanos em todas as faixas de preço. Este Peugeot, que deverá partir de R$ 60 mil, já está confirmado para o Brasil e deve chegar no início de 2015. Nas próximas páginas mostramos, com exclusividade, duas surpresas para o segmento: o Renault Captur e um míni Land Rover Evoque.

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorTambém pareço um kart
Próxima notíciaO Alvo é o mesmo