Custo-benefício de série!


– Manutenção média

– Desvalorização média

– Seguro baixo

O Focus chegou ao Brasil no ano 2000, importado da Argentina, com o difícil objetivo de substituir o grande sucesso Escort. Para isso, a montadora oferecia um carro que prezava o conforto, a dirigibilidade e o espaço interno, além de ter um design moderno para a época. Em 2007 (já linha 2008), passou a ter motor 1.6 ex, tornando-se assim um dos hatches médios com melhor relação custo-benefício. Hoje cotado na tabela Fipe/MOTOR SHOW por R$ 30.108, este modelo GLX 2008 oferecia, de série, ar-condicionado e direção hidráulica, entre outros itens.

A proprietária Isabela Solera aproveitou a mudança de gerações para comprar o seu. Ela pagou um preço bem abaixo da tabela para este modelo zero-quilômetro – e foi isso o que a fez preferir o Focus no lugar de um 1.0 completo. “Seu desempenho satisfatório e o bom espaço interno para um carro compacto me conquistaram, estou muito satisfeita”, a rma. Quanto aos defeitos, cita que, por se tratar de uma versão GL, o ajuste do retrovisor é mecânico e o porta-malas e o tanque são abertos só com a chave.

Já Thiago Ruback, dono de um Focus há dois anos, a rma que a boa dirigibilidade e os grandes retrovisores laterais o tornam uma ótima opção, mas também tem queixas: “A visão traseira é um pouco limitada e o carro tem alguns barulhos que ainda não consegui solucionar, principalmente na tampa do porta-malas.” Ele reclamou também do atendimento das concessionárias, e não foi o único. Rodrigo de Almeida, outro proprietário, protesta: “Nunca fui tão mal atendido como nas concessionárias da Ford. Se não gostasse tanto do meu Focus, já o teria trocado.” Ainda sobre as concessionárias, André Alves, dono de um Focus desde 2007, a rmou que há uma grande demora no conserto do carro e que as peças costumam ser caras. A justi cativa das concessionárias para isso é o fato de o carro ser importado da Argentina, o que causa alguma demora na chegada das peças.

Mecânicos consultados a rmam que o carro não costuma pedir muitas visitas à o cina e que seus problemas mais comuns são barulhos excessivos no porta-malas, defeitos na caixa de direção e no arcondicionado. “Verifique se há umidade no carpete do banco do passageiro, pois é um sinal de problemas no dreno da água do ar-condicionado”, recomenda Renato Silva, da o cina Speed Car. “Se há algo errado na caixa de direção, isso é percebido quando o carro passa por buracos e o volante dá a impresão de que está solto”, garante Américo Pereira, da oficina American Auto.

GOSTO…

“Seu desempenho

satisfatório e

o bom espaço

interno, para um

carro compacto,

me conquistaram”

Isabela Solera,

proprietária

NÃO GOSTO…

“A visão traseira é

um pouco limitada

e o carro tem

alguns barulhos que

ainda não consegui

solucionar”

Thiago Ruback,

proprietário

MERCADO

Sua desvalorização,

de 7% no último

ano, pode ser

considerada média,

se comparada com

a de seus maiores

concorrentes, Golf

(7%) e Astra (4%)

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaSalão do automóvel 2010