De olho no selo verde

Já falamos sobre o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular no ano passado, quando ele foi apresentado, mas, no começo deste mês, ele começa a valer. Procuramos todas as montadoras e importadoras do País para saber como será sua participação no programa (que visa etiquetar os carros de acordo com o consumo), mas a maioria delas não nos respondeu. Kia e Honda, que antes sonegavam a informação de consumo de seus carros, confirmaram a adesão ao programa do “selo verde” (à esq.); mas a primeira divulgará apenas o consumo do Picanto 1.0 (afirma que não há laboratórios livres credenciados para realização dos testes), e a segunda, apenas do Civic e do Fit (na foto).

Os dados devem aparecer no site do Inmetro (inmetro.gov.br), a partir do começo do mês. O programa exigia, conforme foi explicado na sua apresentação, que quem aceitasse participar (não é obrigatório) teria que divulgar o consumo de, pelo menos, metade da linha de produtos, mas parece que isso não vai acontecer.

Por este motivo, somos a favor da obrigatoriedade da divulgação dos dados de todos os modelos. Parabéns à Fiat, GM, Volkswagen e Ford, entre outras marcas, que, mesmo sem o selo, já divulgavam o consumo de sua linha. Peugeot e Citroën, outras que não disponibilizam seus testes, afirmam que vão aderir ao programa no segundo semestre. Fique de olho!

Inspeção ampliada

O Congresso Nacional votará em breve um projeto de lei que amplia a inspeção veicular já em vigor na cidade de São Paulo para todo o País. Será a quarta vez que o assunto entra em pauta, mas, polêmico, o tema nunca chegou a ser votado. Uma das possibilidades é de que a ação seja apenas educativa, e não haja punição para quem estiver irregular – se for assim, não deve funcionar. Torcemos para que o assunto seja levado a sério.

Os mais verdes dos Estados Unidos

Um exemplo a ser seguido chama-se ACEEE (Conselho Americano para uma Economia Eficiente em Energia): uma organização não lucrativa que busca conciliar desenvolvimento e preservação ambiental. No mês passado, divulgaram uma lista dos carros mais “verdes” do país, levando em conta não só o consumo e as emissões, mas também a poluição gerada em sua fabricação.

Dos 14 eleitos, no Brasil apenas três estão à venda: o smart fortwo (quarto colocado, leia nesta edição), o Honda Fit (10o na lista), e o Kia Rio (que chega em breve e ficou com a 14a colocação). O primeiro e o terceiro lugares ficaram com o Civic, GNV e híbrido, respectivamente, e o segundo colocado foi o também híbrido Toyota Prius.

 

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMelhor trimestre da história
Próxima notíciaA moda 2010