DeLorean DMC-12 elétrico faz drift sozinho; confira o vídeo

O objetivo é de aprimorar como os veículos autônomos atuam em situações perigosas

DeLorean DMC-12
DeLorean DMC-12 (Foto: Universidade de Stanford)

Já não é novidade falar de direção autônoma. Mesmo assim, a Universidade de Stanford, na Califórnia, nos Estados Unidos, criou uma maneira (muito) interessante de “andar de lado”. O DeLorean DMC-12, o carro do filme “De Volta para o Futuro”, batizado de Marty, recebeu dois motores elétricos, que oferecem 71,38 kgfm de toque, além de alguns softwares de controle impressionantes para deslizar esbanjando muita precisão e sem qualquer intervenção humana.

+ Startup paranaense cria veículo 100% elétrico a ser fabricado em série no Brasil
+ Harley-Davidson apresenta scooter elétrica com bateria removível
+ Do DeLorean ao Pontiac Aztek: os carros salvos pelo cinema

Foram instaladas duas antenas de GPS para rastrear a localização e calcular a rota, além do exemplar 1981 também ganhar uma nova suspensão, freios maiores, uma gaiola de proteção e um conjunto de computadores instalados atrás dos bancos dianteiros.

O experimento foi realizado em velocidade de 50 km/h e “Marty” consegue fazer curvas de lado em torno de 40 graus. Segundo o engenheiro mecânico Chris Gerdes, o objetivo é de aprimorar como os carros autônomos lidam em situações perigosas, como superfícies escorregadias ou manobras de emergência.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel