Depois de 54 anos, Toyota encerra produção de carros na Austrália

Marca produzia atualmente no país apenas os sedãs médio-grandes Camry e Aurion

A Toyota encerrou oficialmente nesta terça-feira (3) os seus 54 anos como fabricante de automóveis na Austrália. O último dos 3.451.115 veículos produzidos no país foi um Camry Hybrid. Com a decisão, a marca passará a atuar como importadora e a unidade industrial de Altona será transformada em um centro de desenvolvimento tecnológico e de treinamento.

O encerramento definitivo da produção acontece quase quatro anos depois do anúncio do fechamento das linhas de montagem da Toyota no país, feito em fevereiro de 2014. Assim como a Ford (que produziu o último carro na Austrália em 2016) e a Holden (que encerra a produção local até o fim deste ano), a decisão foi motivada por fatores como o alto custo de produção e o pequeno mercado interno do país.

Atualmente, a Toyota produzia no país apenas os sedãs médio-grandes Camry e Aurion, que eram comercializados no mercado local e também em alguns países do Sudeste Asiático e Oriente Médio. Dos cerca de 3.900 trabalhadores da empresa, 2.600 perderão os seus empregos com encerramento da produção.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar